Suspeito de matar enfermeira grávida de 8 meses foi preso. Ele era pai do bebê.

Vídeo mostra suspeito saindo de um carro e entrando em outro, em cena que seria de fuga.

A cada detalhe envolvendo as apurações para elucidar um crime cruel, que vitimou a enfermeira Iris Rocha, 30 anos, grávida de oito meses, surge um fato horripilante. Ela foi encontrada morta na quinta-feira (11), em uma área de mata em Alfredo Chaves, no Sul do Espírito Santo, sendo que fazia mestrado na Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e morava sozinha em uma casa em Jacaraípe, na Serra.

A TV Vitória, com exclusividade e apuração do jornalista André Falcão, e que também envolveu a equipe para ir ao ar, mostrou no Balanço Geral riquezas dos detalhes citados acima, expondo áudio de uma amiga intima da vítima, além de imagens do suspeito, Cleilton Santana dos Santos, saindo de um carro e entrando em outro, em cena que seria de fuga. Também foi exibido o exato momento em que uma equipe da Polícia Civil cumpria mandado na residência do homem, no Bairro de Lourdes, Vitória (a defesa dele tem espaço aberto para envio de nota caso queira se manifestar: 27 99808-4347). Cleiton foi preso em Viana.

Relacionamento abusivo – amigos afirmam que a jovem vivia em um relacionamento abusivo, e a suspeita de que os dois disparos de arma de fogo que mataram a enfermeira tenham o ex dela como autor, foi a principal pauta do programa que agora conta com Falcão na equipe.

Apurações feitas pela reportagem mostram que, em outubro do ano passado, Íris chegou a registrar um boletim de ocorrência contra o companheiro que nas redes sociais se apresenta como cristão, formado em Direito e especialista em investigação forense e perícia criminal.

Segundo as declarações que constam no boletim, por omitir uma informação do trabalho Íris foi agredida com um mata-leão quando ela estava deitada na cama.

Com o golpe, a enfermeira desmaiou. Ao acordar, ela estava sentada no chão, com o nariz sangrando e tossindo. Na ocasião, Íris narrou que Cleilton deu banho nela e pediu perdão.

Na cobertura do programa desta quinta-feira (18) foi destacado que o suspeito seria apenas vigilante e sem nenhum vínculo com policia Militar ou Civil.

Áudio – além da entrevista com a amiga de Iris, André Falcão obteve um áudio em que a própria vítima falou do medo e da intenção de dar à luz em outro país.

A prisão – Cleilton Santana foi preso no início da tarde, às 13h15, no posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Viana, na BR-262. Por meio das redes sociais, o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), comentou sobre a prisão do suspeito do assassinato. “Resposta rápida e eficiente das nossas forças policiais”.

Fonte- Euviemlinhares