PM suspeito de matar jovem se apresenta na delegacia e é liberado, alegando “tiro acidental”

Em nota enviada à imprensa anteriormente, os advogados de Madureira disseram que o homem não conhecia a vítima, que estaria “descontrolada” no momento do confronto.

O policial militar João Wagner Madureira, suspeito de matar a jovem Fernanda Santos Pereira a tiros, se apresentou nesta segunda-feira (15), na delegacia de Ilhéus, no sul da Bahia, onde ocorreu o crime. A jovem de 23 anos foi morta na madrugada da última quinta (11), em um posto de combustível da cidade.

Como apurado pela TV Santa Cruz (afiliada da TV Bahia na região) com o delegado à frente do caso, o homem foi ouvido e liberado, já que o prazo para prisão em flagrante havia encerrado. O suspeito ainda alegou disparo acidental.

Em nota enviada à imprensa anteriormente, os advogados de Madureira disseram que o homem não conhecia a vítima, que estaria “descontrolada” no momento do confronto. Imagens das câmeras de segurança do local, que serão analisadas pela Polícia Civil, mostram Fernanda abaixada enquanto o suspeito se aproxima dela. Com uma arma na mão, o homem dá um chute na jovem.

Na sequência, os dois começam a discutir, Fernanda dá tapas nele e também é agredida até que o suspeito consegue imobilizá-la e dispara tiros contra a mulher. A jovem chegou a ser socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Hospital Costa do Cacau, mas não resistiu aos ferimentos. O corpo dela foi sepultado na tarde de sexta (12), no cemitério da ci

Fonte- Vitoriada Conquista Noticias