Viña revela trauma com Vices e Expulsão: passei com a Psicólogo

inbound2711781905437249771

PUBLICIDADE

“Estou trabalhando com uma psicóloga. Depois de ter sido expulso na Recopa, sofri muito porque foi o primeiro cartão vermelho da minha carreira, aprendi muito com isso e com as finais que perdemos: perdi a supercopa contra o Flamengo, a Recopa contra o Defensa y Justicia e, faz uma semana, perdemos o Paulista. São quedas fortes, claro que sempre é preciso seguir em frente e estou trabalhando nisso”, revelou em entrevista à Rádio Sport 890, do Uruguai.

Viña explicou que o fato de ser muito quieto e não falar sobre seus problemas estava atrapalhando dentro de campo. O lateral esquerdo admitiu que não estava desfrutando do esporte como antes. “Não sou muito de falar, sou bastante reservado; sempre tentando resolver os próprios problemas que eu tinha e isso me fazia mal. Guardava muitas coisas e sentia dentro de campo, levava os problemas extra futebol para o campo. Já falava com minha namorada e minha mãe, mas me incentivaram a procurar uma psicóloga e está indo muito bem. Tenho que continuar, para desfrutar o futebol como antes da expulsão e das derrotas”, continuou Viña.

“O Palmeiras tem me ajudado muito no futebol e a nível pessoal, amadurecer, ser mais um jogador em campo, aprendi isso não faz muito tempo e continuo aprendendo”, resumiu o jogador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.