dentro

Vídeos que circulam na internet mostram alunos cheirando pó de corretivo em sala de aula e preocupam pais

Alguns vídeos que estão circulando nas redes sociais mostram alguns estudantes raspando o corretivo líquido, também conhecido como branquinho, e cheirando o pó produzido. Segundo os médicos, isso pode causar danos às mucosas do nariz, agravar quadros de rinite e sinusite e provocar intoxicação. As informações são do G1.

Nos vídeos, os alunos aplicam o corretivo na carteira da sala de aula, raspam, e inalam o pó por meio do tubo da caneta. Nas redes sociais, alguns estudantes relatam que os colegas foram expulsos depois de fazerem a chamada “trend do corretivo”.

“Fizeram a trend do corretivo e agora deu polícia na escola”, escreveu um estudante.“Tony foi suspenso porque gravou um TiktTok cheirando branquinho”, relatou outro.

Para tentar coibir essa prática, algumas escolas enviam comunicados aos pais alertando sobre o caso e pedindo para que eles fiquem atentos às redes sociais dos seus filhos.

Riscos à saúde

O médico otorrinolaringologista Eduardo Macoto explicou os danos que o corretivo causa nas mucosas dos narizes. “Essas partículas mantidas no nariz podem provocar irritação na mucosa, levando à ardor, dor e sangramento nasal, que podem ser tratadas com limpeza nasal com soluções salinas.”

“Elas também podem provocar doenças, como a exacerbação de quadros de rinite alérgica, episódios de rinossinusite aguda, ou até intoxicação”, completou.

O diretor da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia Cérvico-Facial (Arbol-CCF) de São Paulo, Eduardo Macoto Kosugi, destacou que “toda substância estranha ao nosso corpo que entra no nariz pode produzir algum mal”. Assista abaixo:

O que você acha?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.