Vídeo mostra momento em que pessoas caem de avião nas alturas e morrem ‘estraçalhadas’

 A tomada do poder pelo Taleban no Afeganistão causou uma corrida da população de Cabul aos bancos e ao aeroporto da capital para tentar fugir do país neste domingo (15). Vídeos nas redes sociais mostram uma multidão de pessoas, especialmente famíliasinteiras, no Aeroporto Internacional Hamid Karzai, próximo à capital, andando pelas pistas, em meio a veículos militares e aviões. É a primeira vez que os combatentes do grupo fundamentalista invadem a capital do Afeganistão desde 13 de outubro de 2001, quando tiveram de se retirar sob bombas norte-americanas e britânicas.

Testemunhas em um dos terminais do aeroporto de Cabul disseram ao jornal The New York Times que ouviram tiros e viram o estacionamento lotar com pessoas desesperadas em busca de voos. Na tarde de ontem, a embaixada dos Estados Unidos, que está funcionando neste momento dentro do aeroporto, disse que a segurança no local estava mudando rapidamente. Segundo um funcionário da Otan, todos os voos comerciais foram suspensos e apenas aeronaves militares foram autorizadas a operar.

Vídeos circulam nas redes sociais mostrando milhares de pessoas na pista do aeroporto de Cabul. Desesperados, muitos se agarram ao trem de pouso de um avião militar norte-americano, enquanto a aeronave taxiava pela pista, prestes a levantar voo.

Outras imagens mostram, supostamente, corpos caindo do avião, já durante o voo.

Os Estados Unidos e mais 60 países aliados fizeram um apelo para que cidadãos afegãos e estrangeiros possam sair do Afeganistão se assim o desejarem, disse na noite deste domingo (15) o Departamento de Estado americano. O comunicado, assinado por aliados americanos como Austrália, França, Reino Unido, Japão, Coreia do Sul e Qatar, é a primeira grande manifestação multilateral sobre a situação no Afeganistão desde que o Taleban tomou o controle da capital, Cabul, mais cedo no domingo, pondo fim a 20 anos de ocupação militar liderada pelos Estados Unidos. “O povo afegão merece viver com segurança e dignidade. Nós na comunidade internacional estamos prontos para assisti-los”, diz o documento.

Também pede que fronteiras terrestres e aeroportos permaneçam abertos. No momento em que o texto foi divulgado, governos estrangeiros realizavam operações de emergência para retirar diplomatas, civis e militares em segurança após o colapso da administração do presidente Ashraf Ghani, que fugiu do país no domingo diante do avanço do Taleban.

Vídeos: dol.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.