Verdades Secretas: Ator grava entrevista após ser cortado por suposta agressão

3a59z5g9w6zhvrbjtnbexaonk

A coluna teve acesso exclusivo ao depoimento do ator João Gana prestado na Delegacia de Atendimento a Mulher após ser acusado pela ex-namorada de agressão e ter sido cortado do elenco de Verdades Secretas 2 . Além da íntegra do depoimento, a coluna traz ao final da matéria uma entrevista realizada de forma presencial com o ator no mesmo dia em que o depoimento foi dado às autoridades. O caso foi dado em primeira mão por este mesmo colunista ao programa A Tarde é Sua, exibido pela RedeTV, que exibiu uma entrevista exclusiva com o ator. Posteriormente, João Gana também gravou uma entrevista para o canal do jornalista no Youtube com duração de 20 minutos.

Continua após a publicidade

A este colunista, o ator afirma que terminou o relacionamento em razão de fortes ciúmes da ex, e que as brigas seriam motivadas por pedidos para que ele postasse fotos e vídeos com ela em seu Instagram, o que não agradaria ele, uma vez que utilizaria suas redes sociais apenas para fins profissionais. O ator narra que por esses motivos as brigas se intensificaram e que, ao resolver deixar o apartamento, além de pegar Cøvid teria sido colocado em cárcere privado.

Leia também

VOCÊ VIU?

Exclusivo: Globo oferta R$ 1,8 milhão mensais para Bonner renovar contrato

Exclusivo: Patrícia Poeta pode ganhar programa diário na Globo em 2022

Exclusivo: Galvão tenta programa para evitar aposentadoria após Olimpíadas

“Ela escondeu a chave e me deixou trancado. Me torturou durante horas com o celular na minha cara tentando cavar uma agressão minha contra ela porque não queria gravar vídeos com ela para internet. Estava com Cøvid, falta de ar, ela saiu de casa e voltou dizendo que queria cuidar de mim, e logo em seguida ficou filmando mais de três horas. Foi quando tentei acertar com a mão o celular dela, e não ela. E foi o que eu fiz. Não agredi ela com tapas, acertei o celular que estava na mão dela para que ela parasse de me torturar com filmagens. Uma vez que ela não teve vídeos comigo para se promover, tentou de outra forma, por vias nefastas para aparecer e me prejudicar. Fui usado por ela”, afirma João.

Depoimento de João na Delegacia   

De acordo com o Termo de Declaração prestado pelo ator João Gana em sede policial, ele teve um relacionamento amoroso com a ex por cerca de um ano e meio, e que os dois moravam juntos e que a responsabilidade financeira pelo imóvel era de ambos. João afirma que “desde fevereiro de 2021, no momento em que recebeu uma ligação da emissora Rede Globo sendo aprovado para um teste o comportamento da companheira mudou, que passou a ter muito ciúme, e que ela passou a monitorar suas redes sociais desgastando cada vez mais o relacionamento.” O ator também entregou imagens que mostrariam agressões sofridas pela ex.

Continua após a publicidade

Reprodução

Ator entregou imagens de agressões que teriam sido feitas pela ex em delegacia

Ainda de acordo com o depoimento do ator, “por volta do dia 15 de julho colocaram um fim na relação, porém quando ia se mudar da casa contraiu Cøvid-19, que dificultou a sua saída imediata.” João continua o depoimento dizendo que “a situação vinha se tornando insustentável e que no dia 20 de julho, auando acordaram, começaram a discutir”. João conta que “o clima foi ficando insustentável e que foi ao banheiro em busca de paz e que, ao tentar juntar seus pertences para sair, a ex o impedia com palavras de calma e ações agressivas como empurrões”. O modelo anexou ao boletim fotos que, segundo ele, comprovariam as agressões. 

Ainda de acordo com o documento, “por estar com Cøvid-19 ele não compareceu ao atendimento médico e tão pouco IML, e que a porta da casa estava trancada e não tinha acesso às chaves.” João conta que telefonou para o pai da ex para pedir ajuda enquanto ela teria ligado para sua mãe para falar que estaria sendo agredida. Ele contou que a ex estaria inventando essa história ao telefone para sua mãe e que por isso ele “fez uma chamada de vídeo para a mãe comprovando que não estava a agredindo”. O ator conta que “não a xingou e que proferiu sim palavras como ‘não te amo mais’, ‘não sinto tesão por você’, ‘não quero você perto de mim’ e que se afastava da ex o tempo todo”.

Continua após a publicidade

Sobre a acusação de tentativa de estupro, João contou às autoridades que “em momento algum tentou tirar sua roupas ou ter qualquer tipo de relação com ela e que procurou as chaves de casa, achou, e saiu da casa durante a chamada de vídeo com a mãe.” Gana conta ainda que o pai da ex entrou em contato com ela e teria ouvido “que ela falava que iria se matar nesse momento”, ocasião em que ele teria aproveitado para sair do imóvel.” João conta ainda que, uma vez na rua, “efetuou ligações para Rede Globo solicitando um local para cumprir a quarentena e que foi encaminhado para um hotel, onde ficou do dia 21 de julho até o dia 29”. A partir daí ele diz que não viu mais a ex, e que ela teria orquestrado toda situação por motivos de vingança após ele colocar fim no relacionamento. João diz ainda que tenta – por meio das suas advogadas – pegar seus pertencences que foram deixados no imóvel e que a ex tem se negado a entregar.

Depoimento da mãe de João: Catarina Gana

Instrutora de defesa pessoal feminina, Catarina Gana contou em sede polícial que “no momento do ocorrido estava em chamada de vídeo com o filho.” A mãe do ator narrou às autoridades que naquela data “recebeu uma ligação da ex do seu filho chorando e dizendo que havia sido agredida pelo filho, que ficou muito surpresa pois trabalha como instrutora de defesa pessoal feminina e sempre orientou os filhos a respeitarem as mullheres”. Ainda de acordo com Catarina, ela “ligou para o filho indagando se era verdade e que ele negou sumariamente e desligou, ocasião em que, na sequência, recebeu chamada de vídeo do filho, quando passou a acompanhar parte da discussão, e que seu filho não a agredia em momento algum”. Catarina narra também que “os ânimos estavam exaltados e que pode ver pelo vídeo que a ex estava falando no telefone com alguém gritando que iria se matar, e que posteriormente soube que se tratava do pai dela”. A mãe de João diz ainda que o local em que o filho estava morando com a ex se trava de área de risco e que parte dessa chamada está disponibilizada em pen-drive.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.