Veja como usar o óleo de coco para acelerar o crescimento capilar

IMG 20210430 184354

Segundo a dermatologista Michele Green, o produto natural promove crescimento celular, melhora a circulação e é extremamente hidratante

O óleo de coco deveria estar entre os sinônimos da palavra “multifuncional” no dicionário. Isso porque o produto pode ser usado para diversas finalidades, entre elas, preparar refeições, hidratar a pele e até lubrificar a região íntima. Segundo a dermatologista Michele Green, de Nova York, o item também é perfeito para dar um boost no crescimento capilar.

“O óleo de coco traz benefícios para o cabelo, pois promove o crescimento celular, melhora a circulação e é extremamente hidratante”

A especialista aproveitou a deixa para listar outras vantagens do produto natural para os fios.

Melhora a hidratação
O óleo de coco contém ácido láurico, um poderoso hidratante capilar.

Aumenta a resistência e a espessura
O item penetra no cabelo e reduz a perda de proteínas, fortalecendo os fios.

Repara os danos
O óleo de coco tem propriedades antioxidantes que ajudam a reparar os danos do cabelo e torná-lo mais resistente. Um estudo publicado no ano passado constatou que pessoas acostumadas a usar o produto de uma a duas vezes por semana são menos propensas a apresentar quebra capilar.

Reduz a caspa e melhora a saúde do couro cabeludo
“O óleo de coco pode ajudar a hidratar o couro cabeludo e torna a região menos suscetível à caspa. Também reduz a secura, descamação e inflamação da área”, destacou Green.

Atenua o frizz
As propriedades hidratantes do óleo de coco ajudam a reduzir o frizz e deixam o cabelo mais brilhante.

Ajuda a combater piolhos
A dermatologista afirmou que o ácido láurico presente no óleo de coco também atua no tratamento de piolhos. No entanto, o produto não apresenta resultados tão eficazes quanto outros tipos de medicamentos específicos para essa finalidade.

Como usar

A dermatologista ainda ensinou como aplicar corretamente o produto nas madeixas. De acordo com ela, o óleo de coco pode ser usado no cabelo em sua versão pura ou misturado a outros óleos, a exemplo do azeite de oliva. No caso da segunda opção, Green orienta a adicionar quatro colheres de chá de azeite de oliva a meia xícara do óleo.

O item pode ser aplicado no cabelo seco ou molhado, embora nele seco seja mais apropriado. Como o produto pode causar acne se entrar em contato direto com o rosto, a médica recomenda o uso de bandanas ou tiaras para manter os fios longe da face.

Deve agir por, no mínimo, 20 minutos, e evite sair ao sol nesse período. Depois, a orientação da especialista é lavar as madeixas normalmente e repetir o processo ao menos uma vez por semana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.