Veiga quebra o Silêncio e comenta sobre protesto da Mancha Verde

inbound1778867353685094981

Neste sábado (9), logo após a derrota por 4 a 2 para o Red Bull Bragantino, parte da torcida do Palmeiras não perdoou o resultado negativo conquistado na volta do público ao Allianz Parque. Depois do apito final, a principal torcida organizada do clube, “Mancha Verde”, entoou o coro de “time sem vergonha”.

Depois de apoiar a equipe durante os 90 minutos, a torcida se mostrou visivelmente insatisfeita com a segunda derrota seguida do Alviverde na competição, que que vai afastando a equipe cada vez mais do líder Atlético-MG na tabela. “Vergonha… Time sem vergonha”, cantou a organizada.

PUBLICIDADE

Após a partida, o meia Raphael Veiga, autor do segundo gol do Palmeiras, e que naquele momento deu esperanças para a equipe, que perdia por 3 a 2, buscar pelo menos o empate, falou sobre as críticas da torcida e reconheceu que o time está devendo em campo.

“Torcida tem total liberdade de criticar, desde que seja com respeito. A gente sabe que não estamos no nosso máximo. Quando a gente mostra a nota 10, vamos ser cobrados pelo 10”, começou por dizer, em declarações ao “Premiere”.

“Só trabalhando e dedicando para sair de uma situção assim. Temos jogo daqui dois dias e não podemos deixar o externo atrapalhar”, finalizou.

Com o resultado, o Palmeiras segue em 3º na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, com 39 pontos. Agora, porém, a distância para o líder Atlético subiu para 14 pontos. O Flamengo, por sua vez, segue na vice-liderança com 42 de pontuação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.