Travesti é amarrada e espancada sob olhar de guardas, que nada fizeram

6 126

Uma travesti negra foi amarrada e espancada sob o olhar de guardas municipais de Teresina, no Piauí. Os agentes nada fizeram diante da brutalidade e são acusados de omissão com o ato.

Em vídeos que circularam na internet, a travesti identificada como Amaral, foi derrubada, amarrada pelos pés como um animal, mantida presa em um porta-malas e espancada a pauladas por homens que a acusam de participar de um furto de um botijão de gás.

Os guardas observavam a cena sem tomar nenhuma atitude, permitindo o crime de tortura e justiça pelas próprias mãos dos agressores, em mais um caso de espetacularização da violência que acomete as populações mais vulneráveis do país.

Em nota, a corporação afirmou que a agressão no porta-malas do veículo aconteceu antes de os guardas chegarem e que o agressor foi levado à delegacia, junto à vítima, para a apuração do caso. Ainda na nota, o comando da guarda vai investigar se avaliar se houve falha no procedimento.

ASSISTA A REPORTAGEM:

Leave a Reply
  1. Mas se ela roubou, tanto faz se teavestir ou não, deve apanhar, ladrão tem que apanhar, e não passar a mão em.ladrao.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.