Típica do Brasil, esta orquídea é considerada a Rainha do Sertão porque nasce só ali!

cattleya labiata

Características e Peculiaridades

Esta orquídea floresce cheia de perfume no final do Verão e princípio do Outono. E é encontrada naturalmente na região do Nordeste Brasileiro. 

A  Cattleya labiata  é uma planta epífita, ou seja, que vegeta nos troncos e galhos de árvores localizadas em brejos e áreas encobertas pela vegetação, protegidas da iluminação solar intensa. 

A planta se desenvolve à uma altitude entre 500 e 1000 metros, geralmente em árvores que compõem a Caatinga, o Agreste e o Sertão Nordestino.

A Cattleya labiata é uma flor símbolo nacional, pois é tipicamente uma planta da biodiversidade brasileira, que exalta a riqueza da nossa flora com toda sua exuberância! Também é chamada de Rainha do Nordeste e por vezes considerada a Rainha das Orquídeas.

Curiosidades

Quando foi descoberta em 1818, esta orquídea era utilizada juntamente com outras plantas como forro de caixotes, usados no transporte de cargas que eram enviadas à Europa. Naquela época, as flores da maioria das plantas contidas nesses caixotes eram desconhecidas.

Os pesquisadores só descobriram a sua exuberância mais tarde, quando a primeira Cattleya labiata floresceu em estufa, pelas mãos de William Cattley, (daí o nome do gênero), que era um cultivador inglês, apaixonado por plantas.

Esta orquídea surpreendeu pelas suas lindas flores de cor predominantemente púrpura, e por seu perfume marcante. E por falar em perfume, o Chanel 5 tem seu aroma baseado no cheiro intenso e agradável dessa orquídea.

Variedades daCattleya labiata

A Cattleya labiata possui diversas variedades e as principais são: Alba, Alba plena, Tipo, Pérola, Rubra, Semialba, Suave, Amoena, Venosa, Caerulea, Ametistina, Ardósia, Caerulens, Violeta, Concolor, Flamea e Lilás.

Essas variedades diferem nos formatos das flores e nuances das cores, mas todas têm algo em comum: são belas demais!

A beleza da flor daCattleya labiata

Veja neste vídeo, do canal Orquídea no Apê, todo o esplendor da orquídea Cattleya labiata florescendo! 

Linda de se ver, parece que estamos sonhando acordados de tão fantástica que é essa orquídea!

Preservação da Cattleya labiata 

Desde a descoberta da Cattleya labiata pelos europeus, no século XIX, iniciou-se um intenso extrativismo vegetal dessa planta, provocado pela busca de cultivadores estrangeiros, o que colocou essa espécie e outras em risco de extinção, e algumas até já foram extintas da flora brasileira.

Nesse contexto, é de suma importância salientar que devido à extração ocorrida anteriormente, nos tempos atuais, é proibido retirar orquídeas nativas da Natureza

Fonte foto

E para proteger essa e outras plantas nativas, existe fiscalização havendo permissão de sua coleta para  pesquisadores que o fazem para conhecimento científico e preservação das espécies. Sendo assim, o comércio de orquídeas nativas é proibido por lei, ou seja, é ilegal.

Se quisermos apreciar essa e outras orquídeas, podemos vê-las nos troncos das árvores das regiões onde elas são nativas, surgindo através da mágica Natureza!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.