Susto: Dono de pousada 'pesca' sucuri de 4 metros ao puxar rede do tanque de peixes

sucuri

Animal estava enrolado na rede de pesca; bombeiros foram acionados para fazer o resgate

O proprietário de uma pousada localizada em Acorizal no Mato Grosso, encontrou uma sucuri de 4 metros em seu tanque de criação de peixes, no último domingo (15).

Ele contou à Polícia Militar que se assustou ao puxar a rede de pesca e dar de cara com a cobra toda enrolada. O animal foi resgatado pela equipe do Batalhão de Proteção Ambiental.Os policiais retiraram a cobra da rede e realizaram a soltura em uma área verde no município de Santo Antônio do Leverger.

As sucuris são da mesma família das jiboias e das cobras-papagaio, que também usam a estratégia de constrição para caçar .No cardápio da sucuri estão mamíferos de pequeno e médio porte que costumam ficar próximos à água, como capivaras, antas e cervos; aves, lagartos e jacarés.

Além da sucuri-verde, que ocorre principalmente na Amazônia e no Pantanal, o Brasil é casa para a sucuri-amarela (Eunectes notaeus), que também ocorre na Argentina e Paraguai, e para a Eunectes deschauenseei, tão rara e restrita ao norte do país que não possui nome popular.

Fora a coloração, as sucuris-verde e amarela se distinguem pelo tamanho, sendo a amarela menor, com até 3,7 metros de comprimento; e pela área de ocorrência: a sucuri-amarela vive somente em áreas que inundam anualmente, em regiões próximas às fronteiras com a Argentina, Bolívia e Paraguai.Por isso, no Pantanal é mais comum observar essa espécie, mesmo que a verde ainda possa ser encontrada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.