Sozinha e nua: bebê de 1 ano é encontrada em via pública

Sem titulo 75

Um caso despertou a revolta de moradores de Altamira, no sudoeste paraense. Uma bebê de 1 ano e 2 meses foi encontrada engatinhando sozinha e sem roupas por uma mulher que passava pela Avenida Tancredo Neves. Depois de recolher a criança, ela acionou uma guarnição da Polícia Rodoviária Estadual que passava pelo local. Os policiais conduziram a menina até o Conselho Tutelar, que a levou a uma Unidade de Pronto Atendimento para a realização de exames médicos, já que havia sinais de violência sᕮxual. As informações são do portal Confirma Notícia.

O pai da criança, identificado como Lindon Jonson Fernandes Miranda, foi localizado horas depois e acabou preso em flagrante por abandono de incapaz. A criança estaria sob os cuidados dele, que sobrevive do trabalho em uma borracharia construída na frente da casa onde mora e onde foram flagradas condições insalubres. Lindon Jonson disse que estava com a menina há 10 dias e que a mãe da criança a teria deixado com ele.

A bebê passou por exames no IML que irão confirmar ou não se de fato houve abuso sᕮxual. A menina foi encaminhada temporariamente para uma casa de acolhimento.

Separada há um ano do pai da criança, a mãe da menina, identificada pelo prenome de Gabriela, deu a sua versão do caso depois de saber que a filha havia sido resgatada. Ela confirmou que de fato deixou a bebê com o pai há dez dias pois precisava fazer uma cirurgia para retirada de uma hérnia. E diz que ficou sabendo da notícia quando já estava internada aguardando pelo procedimento. 

Apesar da versão da mãe, o Conselho Tutelar informou que a criança permanecerá em um abrigo e que fará um relatório após visita à casa da responsável, que mora no município de Medicilândia, para saber se ela  tem ou não condições de criar a menina.

Gabriela, que tem 18 anos, contou que se separou de Lindon por conta de ciúmes e traições, e também porque ele exagerava no consumo de bebidas alcoólicas Ele foi preso por abandono de incapaz e depois liberado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.