Síndrome do Intestino Permeável: O que é e quais os sintomas

healthy breakfast yogurt granola 1280x564 480x212 1

Um fenômeno chamado intestino permeável (leaky gut, em inglês) ganhou bastante atenção ultimamente, principalmente entre os entusiastas da saúde natural.

O problema, conhecido como Síndrome do Intestino Permeável, é uma condição digestiva na qual bactérias e toxinas são capazes de “vazar” pela parede intestinal.

Profissionais médicos tradicionais não reconhecem o intestino permeável como uma condição real. No entanto, existem evidências científicas de que a Síndrome do Intestino Permeável existe e pode estar associada a vários problemas de saúde.

O que é um intestino permeável

O trato digestivo humano é onde os alimentos são decompostos e os nutrientes são absorvidos.

O sistema digestivo também desempenha um papel importante na proteção do corpo contra substâncias nocivas. As paredes do intestino agem como barreiras, controlando o que entra na corrente sanguínea a ser transportada para os órgãos.

Pequenas lacunas na parede intestinal chamadas junções estreitas permitem a passagem de água e nutrientes, bloqueando a passagem de substâncias tóxicas. Permeabilidade intestinal refere-se à facilidade com que as substâncias se movem através da parede.

Quando as junções das paredes do intestino se soltam, ele se torna mais permeável, o que pode permitir que bactérias e toxinas desloquem-se do intestino para a corrente sanguínea. Esse fenômeno é comumente referido como “intestino permeável”.

Sintomas principais

Quando o intestino está com vazamento e bactérias e toxinas entram na corrente sanguínea, pode causar inflamação generalizada e possivelmente desencadear uma reação no sistema imunológico.

Leia também: Quer emagrecer? Cuide do seu intestino

Os supostos sintomas da síndrome do intestino permeável incluem inchaço, sensibilidades alimentares, fadiga, problemas digestivos e problemas de pele.

Estudos recentes ainda comprovam que há uma relação entre as doenças como mal de Alzheimer, depressão e esquizofrenia e intestino permeável. Devido à suscetibilidade a qual o sistema nervoso central está exposto ao ter contato com as moléculas e toxinas que atravessaram essa barreira intestinal.⠀

Então, mesmo que o intestino e o cérebro possam parecer órgãos “distantes”, eles são conectados pela corrente sanguínea, logo, quando há um vazamento na barreira intestinal, a permeabilidade expõe diretamente a saúde neurológica a componentes tóxicos e inflamatórios transportados pelo sangue.⠀

Entretanto, intestino permeável não é um diagnóstico médico reconhecido. De fato, alguns profissionais negam que ele exista. O problema é que poucos estudos científicos mencionam a síndrome do intestino permeável.

Ainda assim, há especialistas que concordam que o aumento da permeabilidade do intestino, ou hiperpermeabilidade intestinal, existe em certas doenças crônicas.

O que causa a Síndrome do Intestino Permeável

A síndrome continua sendo um mistério médico, e profissionais ainda estão tentando determinar exatamente o que a causa – e é possível que existam múltiplos fatores para o seu aparecimento.

Uma proteína chamada zonulina é o único regulador conhecido da permeabilidade intestinal. Quando ativada em pessoas geneticamente suscetíveis, pode causar vazamentos no intestino. Dois fatores que desencadeiam a liberação de zonulina são bactérias no intestino e o glúten.

No entanto, alguns estudos mostraram que o glúten só aumenta a permeabilidade intestinal em pessoas com problemas como doença celíaca ou síndrome do intestino irritável.

Confira alguns fatores que, possivelmente, influenciam no surgimento dessa condição:

  • Ingestão excessiva de açúcarUma dieta pouco saudável, rica em açúcar, prejudica a função de barreira da parede intestinal.
  • Álcool em excesso: O consumo excessivo de álcool pode aumentar a permeabilidade do intestino. 
  • Deficiências nutricionais: A falta das vitaminas  A e D de zinco foram implicadas no aumento dessa condição. 
  • Inflamação: A inflamação crônica em todo o corpo pode contribuir para a síndrome.
  • Estresse: O estresse crônico é um fator que contribui para vários distúrbios gastrointestinais, incluindo intestino permeável.
  • Má saúde do intestino: Existem milhões de bactérias no intestino, algumas benéficas e outras prejudiciais. Quando o equilíbrio entre os dois é interrompido, ele pode afetar a função de barreira da parede intestinal.

Leia também: Você pode estar comendo açúcar “mascarado” sem saber

Como evitar a síndrome

A Síndrome do Intestino Permeável não é um diagnóstico médico oficial, e ainda não existe um protocolo recomendado de tratamento.

Entretanto, há medidas que você pode tomar para melhorar sua saúde intestinal. Uma das chaves para um intestino mais saudável é aumentar o número de bactérias benéficas nele.

Aqui estão algumas estratégias para apoiar um intestino saudável:

  • Limite a ingestão de carboidratos refinados: Bactérias nocivas prosperam com açúcar, e a ingestão excessiva de açúcar pode prejudicar a função da barreira intestinal.
  • Tome um suplemento probiótico: Probióticos são bactérias benéficas que podem melhorar sua saúde intestinal. Foi demonstrado que os suplementos probióticos são benéficos para doenças gastrointestinais.
  • Coma alimentos fermentados: Os alimentos fermentados, como iogurte natural, chucrute, kefir e kombucha, contêm probióticos que podem melhorar a saúde intestinal.
  • Consuma alimentos ricos em fibras: As fibras solúveis, encontradas em frutas, legumes e legumes, alimentam as bactérias benéficas do intestino.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.