Scarpa elogia rival Argentino e minimiza vantagem do Palmeiras na final: Nada ganho

Gustavo Scarpa saiu do banco de reservas aos 13 minutos do segundo tempo e foi decisivo para a vitória por 2 a 1 do Palmeiras contra o Defensa y Justicia, nesta quarta-feira, na Argentina, pelo confronto de ida da final da Recopa Sul-Americana.

Com 15 minutos em campo, o meia-atacante marcou em cobrança de falta o segundo gol palmeirense e definiu o resultado a favor do Verdão, que agora está a um empate de conquistar o título.

– Para nós é muito significativo, porque é um título que o clube não tem. Ter a chance de marcar nosso nome na história do clube seria gratificante. Quarta vai ser extremamente difícil, mas vamos tentar continuar colocando nosso nome na história do Palmeiras – disse o atleta, em entrevista à Conmebol TV após o jogo.

Ao ser questionado sobre se o resultado fora de casa deixava o Palmeiras mais próximo do título, o atleta elogiou o rival argentino e manteve a disputa aberta.

– A equipe deles é muito boa, defensiva e ofensivamente, temos de tomar todos os cuidados, impor mais nosso ritmo de jogo, porque somos qualificados. Não tem nada ganho e temos de entrar para vencer o próximo jogo – declarou.

O Palmeiras enfrenta o Defensa y Justicia na próxima quarta-feira, dia 14, em Brasília, pela segunda decisão da Recopa Sul-Americana.

Os argentinos precisam vencer por dois gols de diferença para tirar o título do Verdão. Em caso de derrota palmeirense por um gol de diferença, a decisão pode ser na prorrogação ou nas cobranças de pênaltis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.