Saiba o que Xororó fez nos bastidores após Junior expor sexualidade: “Feridas que se cutucar abrem”

juniorlimacomopaixororonoprogramaaltashoras

Junior abriu o jogo sobre a relação com Xororó durante o tempo dos rumores de que era gay, no documentário “Sandy e Junior: A História”

A série documental de Sandy e Junior produzida pelo Globoplay foi esclarecedora em muitos pontos para os fãs da dupla. A produção revelou através dos depoimentos dos músicos como os pais Xororó e Noely lidaram com as dificuldades enfrentadas pelos irmãos durante a adolescência, que foi um momento muito difícil em suas vidas.

Junior Lima contou que houve muitos momentos durante essa fase em que a imprensa especulou sobre a sua sexualidade. Apesar de ser heterossexual e se relacionar com mulheres, o artista constantemente era alvo de questionamentos sobre possivelmente ser gay, o que acabava sendo muito desgastante.

“Nossa história é de muita vitória, mas para tudo isso acontecer houve um lado ‘hardcore’. Quando canto a música ‘Super Herói’ choro, porque ficaram muitas camadas e feridas em mim que, se cutucar, abrem”, desabafou em um trecho do documentário “Sandy e Junior: A História”.

Ele declarou: “Eles me chamavam de gay quando eu era mais moleque. Por causa daquela música ‘Vai ter que rebolar’. Eu era criança. Hello?! Nunca tive problema em provar para ninguém que eu era macho. Quando eu falei na CAPRICHO que eu não era mais virgem, pararam de falar que eu era gay“.

CRESCEU E VIROU MULHER

Sandy também começou a lidar com uma mudança brusca em sua carreira quando começou a crescer e ser considerada uma mulher sensual. Naquela época, ela foi considerada uma das moças mais bonitas do Brasil e do mundo, e com isso vieram mais pressões.

JOVENS NORMAIS

Enquanto isso, Xororó e Noely faziam de tudo para tentar manter os filhos confortáveis e longe de qualquer tipo de conflito, independentemente do que estava acontecendo na época. Entre os rumores sobre a sexualidade de Junior e as especulações sobre a virgindade de Sandy, os pais faziam com que eles se sentissem normais e protegidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.