Réu foge durante intervalo de julgamento

Sem titulo 338

Um réu fugiu durante o intervalo do julgamento em Rio Branco do Sul, no Paraná. Diego Costa aguardava a audiência do crime em liberdade e era monitorado por uma tornozeleira eletrônica. Ele é acusado de matar um jovem no mesmo município há pouco mais de três anos. Câmeras de segurança flagraram o homicídio. 

Na noite de 4 de agosto de 2018, a vítima, Vinicius Diego Wotkoski de Lara, de 29 anos, estava conversando com amigos em um posto de combustível da cidade. Nas imagens, o rapaz está parado em frente a uma loja de conveniência quando é surpreendido por dois homens em cima de uma moto. Um deles desce do veículo e dispara quatro vezes contra o jovem. 

Segundo a polícia, o suspeito havia feito ameaças contra o rapaz e contra o pai dele, devido ao envolvimento dos dois com a ex-esposa e a irmã de Diego. Mandados de busca e apreensão foram cumpridos na casa do criminoso e foram encontrados os capacetes, a motocicleta e arma utilizada no crime. Onze dias depois os bandidos foram presos. 

Por responder ao processo em liberdade, Diego Costa tinha o direito a um intervalo para comer, entre outras saídas ao longo dos três dias de júri. No último dia do julgamento, o acusado fugiu no horário do almoço. O Ministério Público do Paraná pediu a prisão em regime fechado de Diego, que foi emitida na sequência.  

O acusado foi condenado a 16 anos de prisão. Contudo, Diego Costa conseguiu tirar a tornozeleira eletrônica logo após a fuga e agora é foragido da Justiça. 

ASSISTA A REPORTAGEM ABAIXO:

Algo errado com esse post?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.