Reta final de Gênesis: viúva com ‘maldição’ sofre os piores abusos e engravida do próprio sogro

Juliana Xavier e Tamar em Genesis ao lado imagem representativa da personagem Reproducao

Na reta final de Gênesis, a atriz Juliana Xavier interpreta Tamar, uma personagem envolta de sofrimento. Muitos considerarão ela com certa ‘maldição’ em sua trajetória, uma vez que não encontra qualquer chance de um desfecho satisfatório.

A começar pelo casamento arranjado com Er (Thiago Marques), filho de Judá, papel de Thiago Rodrigues. Inicialmente, a moça até terá simpatia pelo novo esposo. Porém, pouco tempo depois, verá o horror de um relacionamento abusivo, no qual sofre estupros e violência física constantemente.

Judá não gosta nada de saber da índole do filho e lhe dá uma surra homérica. Durante a briga, Er passa mal e acaba morrendo. Tamar então fica viúva – e pela primeira vez. Em decorrência de uma tradição da época, ela precisa se casar com seu cunhado, Onã (Caio Veagati).

O casamento de Tamar com Onã não será tão ruim quanto foi com Er. Mas a sorte não acerta a moça e ela fica viúva pela segunda vez após o marido morrer por um acidente doméstico. O destino a levaria para um terceiro casamento com o caçula dos filhos de Judá, Selá (Guilherme Seta).

Entretanto, Selá já tem casamento marcado com outra mulher e assim Tamar seguirá solteira, sem herdeiros e com poucas esperanças do que estará por vir em sua vida. Até que os anos se passam e a personagem vai se envolver com o próprio sogro, Judá, por quem foi sempre bem acolhida. da relação com o pai de seus dois maridos falecidos, nascerão os gêmeos, Perez e Zerá.

Toda essa história será exibida pela novela Gênesis, ainda que com cenas que abrandam as situações violentas e chocantes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.