Renan quer pedir indiciamento de Bolsonaro por homicídio

06F5D62E 9034 44E2 9702 32DDB3A4F615

O relator da CPI da Cøvid, Renan Calheiros (MDB-AL), pretende pedir o indiciamento do presidente Jair Bolsonaro por homicídio e mais outros 10 crimes. O relatório final da comissão será lido na próxima terça-feira (19), e o grupo majoritário da CPI, o G7, se reunirá ainda nesta sexta-feira (15).

A classificação do crime de homicídio seria pelo tipo comissivo, em que Jair Bolsonaro será acusado de provocar mortes por “descumprir seus deveres como chefe da nação”.

Para a cúpula da CPI, o chefe do Executivo tinha a obrigação de agir para evitar as mortes pela Cøvid-19.

Os demais crimes atribuídos ao presidente da República, de acordo com a comissão, são: epidemia com resultado morte; infração de medidas sanitárias; emprego irregular de verba pública; incitação ao crime; falsificação de documento particular; charlatanismo; prevaricação; genocídio de indígenas; crimes contra a humanidade e crimes de responsabilidade.

Leave a Reply
  1. Isso todos sabíamos desde o início, os verdadeiros culpados, não foram investigados, uma tremenda palhaçada, um gasto sem necessidade, ele sim, deveria ir pra cadeia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.