Remédio caseiro para aliviar as dores da fibromialgia e aumentar a imunidade

2 85

O funcionamento do nosso organismo é cheio de detalhes e, em determinadas fases da vida, pode apresentar alguma complicação.

Isso porque nosso corpo pode ser acometido por doenças crônicas que prejudicam a qualidade de vida.

Uma delas é a fibromialgia, que é considerada uma síndrome, pois se trata de um conjunto de manifestações clínica, tais como:

  • Dores generalizadas no corpo e articulações
  • Fadiga e cansaço durante o dia
  • Sono prejudicado
  • Alteração da memória
  • Depressão
  • Síndrome do cólon irritável
  • Incômodos ao urinar

A fibromialgia não tem uma causa definida, porém se manifesta normalmente como uma dor que acomete todo o corpo.

Por isso, hábitos de vida saudáveis, alimentação balanceada e alguns remédios naturais podem ajudar a aliviar seus sintomas.

Desse modo, veja a seguir como preparar um remédio caseiro à base de couve para fibromialgia.

Essa verdura é o ingrediente principal, no entanto, é combinada com maçã, limão caipira, alho e mel.

Todos esses ingredientes possuem propriedades terapêuticas que contribuem para combater a fibromialgia e fortalecer a imunidade.

Remédio caseiro para fibromialgia

Este suco é rico em vitaminas A, B, C, cálcio, ferro e fósforo, nutrientes que ajudam a fortalecer os ossos, tonificar os músculos e melhorar a circulação sanguínea.

Além disso, proporciona energia, desintoxica o organismo e contribui para o alívio das dores causadas pela fibromialgia.

Ingredientes:

  • 1 folha de couve orgânica
  • Meio limão rosa comum (caipira)
  • 1 maçã
  • 1 dente de alho
  • ½ colher (sopa) de mel orgânico
  • 200 ml de água (1 xícara)

Importante:

A couve precisa ser orgânica, sem nada de agrotóxico e o limão deve ser o rosa (comum/caipira).

Na falta desse, pode usar o galego ou o siciliano.

O taiti não serve.

Além disso, se conseguir a maçã orgânica, pode bater com a casca, caso contrário, descasque-a.

Modo de preparo:

Lave bem a folha de couve, corte em pedaços menores e coloque no liquidificador.

Adicione a maçã descascada e picada, o suco de meio limão, o dente de alho, o mel, a água e bata bem.

Tome em seguida, logo após o preparo, nunca guarde para “depois”, pois poderá perder as propriedades.

Devidos às propriedades dos ingredientes, como vitamina C e minerais, este suco ajuda a aumentar a imunidade e também atua contra os sintomas da dengue.

Benefícios da couve

A couve é rica em magnésio, um mineral essencial para o bom funcionamento do corpo, pois atua em mais de 300 reações bioquímicas do organismo.

Além disso, essa verdura também é rica em ácido pantotênico, também chamado de vitamina B5.

Esse nutriente auxilia na prevenção de doenças respiratórias, perda de cabelo, alergias, estresse, ansiedade e problemas cardíacos.

Ainda contribui para o fortalecimento do sistema imunológico, previne a osteoartrite, reduz os sinais de envelhecimento, diabetes, infecções e doenças da pele.

A couve também é fonte de vitaminas A, B, C, cálcio, ferro e fósforo, que ajudam no fortalecimento dos ossos, tonificação dos músculos, melhora a circulação e desintoxica o organismo.

Por fim, tem propriedades relaxantes, o que é muito importante no tratamento da fibromialgia.

Benefícios do limão rosa

Esta variedade de limão possui vários nomes, como limão cravo, limão caipira e limão comum.

A fruta se destaca pela grande quantidade de vitamina C, que é essencial para aumentar a imunidade e prevenir diversas doenças.

Ele também contém um óleo com propriedades ansiolíticas, que ajudam a reduzir a ansiedade.

Além disso, é capaz de modular os neurotransmissores do cérebro, agindo como antidepressivo e ajudando a melhorar o humor.

O limão caipira também possui propriedades capazes de eliminar toxinas e agentes nocivos do organismo, melhorando assim, o processo digestivo.

O suco da fruta ainda é rico em fibras minerais que contribuem para a produção da bile, melhorando a função do fígado.

Benefícios da maçã

A maçã contém ácido málico, um composto que contribui com a saúde muscular, combate a fadiga, fraqueza e alivia as dores.

A fruta também é rica em vitaminas do complexo B, C, cálcio, fósforo, potássio, antioxidantes e ácido fosfórico.

Todos esses nutrientes ajudam a proteger o sistema nervoso.

Além disso, possui quercetina, um antioxidante que reduz a morte celular no cérebro, causada pela oxidação e inflamação dos neurônios.

Benefícios do alho

O alho possui propriedades anti-inflamatórias e antibióticas que ajudam a aliviar a dor crônica.

Também é rico em enxofre, um composto que contribui para a produção de células T helper.

Essas células impulsionam o sistema imunológico, ajudando a reduzir o inchaço e a dor no corpo.

Benefícios do mel

O mel contém vitamina C, cálcio, magnésio, fósforo, potássio, zinco, além de flavonoides que agem como antioxidantes no organismo.

Ele também possui propriedades anti-inflamatórias e fortalece o sistema imunológico.

Cuidados extras

A fibromialgia não tem cura, porém, além do remédio caseiro ensinado anteriormente, alguns hábitos diários ajudam a aliviar as dores e ter uma vida mais tranquila.

Mantenha uma rotina saudável

Ter hábitos saudáveis ajudam a enfrentar a doença e a melhorar o bem-estar.

Assim, a alimentação balanceada para nutrir bem o corpo é essencial.

Além disso, atividades e exercícios físicos também contribuem para melhorar a qualidade de vida.

Exercícios aeróbicos como pilates e caminhadas leves estimulam os músculos, reduzindo a dor.

 Pratique essas atividades no mínimo duas vezes por semana para obter melhores benefícios.

Durma bem

A fibromialgia afeta principalmente a qualidade do sono, por isso dormir pelo menos oito horas por noite é fundamental.

Evite alimentos calóricos, energéticos e distrações como TV e celular, antes de dormir.

Assim, você poderá conseguir um sono reparador com mais facilidade, sem sofrer com insônia e cansaço após acordar.

Terapias para relaxamento

Além de praticar atividades físicas, algumas terapias de relaxamento ajudam a aliviar as tensões e dores causadas pela fibromialgia.

Temos como exemplo a prática de massagens, acupuntura, fisioterapia e hidroterapia.

No entanto, essas atividades devem ser indicadas pelo médico, pois o profissional vai valiar qual terapia é a mais indicada para o seu caso.

 Além disso, é fundamental cuidar da saúde mental e, por isso, é importante praticar psicoterapias comportamentais e técnicas de meditação como ioga e tai-chi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.