Pulmão perfurado e cortes pelo corpo: bebê sobrevive a ataque em creche de SC

150144202105056092dd889d5a3

O menino de 1 anos e 8 meses, que sobreviveu ao ataque a creche em Saudades, no Oeste catarinense, foi recepcionado em casa com aplausos e música no fim da tarde de domingo (9). Amigos, vizinhos e familiares fizeram uma homenagem à família após o bebê receber alta do hospital.

A criança ficou ferida após um jovem de 18 anos entrar na escola infantil na manhã de terça-feira (4) com um facão e matar três crianças com menos de 2 anos e duas funcionárias. Após a recepção com aplausos e música, a mãe Adriana Martins comemorou a recuperação do filho.

“Estamos muito felizes. Queremos agradecer primeiramente a Deus por termos o Henryque de volta. Melhor dia das mães. Henryque nasceu de novo”, disse a mãe.

Henryque é a único atingido que sobreviveu ao atentado. Segundo o pai, Diego Hubler, a primeira noite do menino em casa após deixar o hospital foi tranquila. “Ele dormiu bem, acordou algumas vezes, mas é normal, por causa dos ferimentos”.

Henryque ficou cinco dias no Hospital da Criança de Chapecó, na mesma região. Após sofrer ferimentos na bochecha, lábios, barriga e uma perfuração em um dos pulmões, ele passou por cirurgia e chegou a ficar na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

No domingo, acompanhado dos pais, o menino foi homenageado pelos profissionais de saúde ao som de um coral dentro do hospital. O bebê também recebeu um certificado de coragem da unidade de saúde: “Você é um super herói“.

O homem apontado como responsável pelo ataque deu golpes contra si mesmo e também foi internado. Ele deve receber alta nos próximos dias, segundo o hospital. O delegado responsável pelo caso pretende ouvi-lo até a tarde de terça.

Segundo a secretária de Educação do município, Gisela Ivani Hermann, o local passará por uma nova pintura, além de limpeza e reestruturação dos espaços, onde são atendidas 74 crianças nos turnos matutino e vespertino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.