dentro

PT desiste de lançar a atriz pornô " Tigresa Vip" como candidata a deputada estadual

A Executiva estadual do Partido dos Trabalhadores (PT), suspendeu a filiação da atriz de filmes pornográficos Esther Caroline Perralto, popularmente conhecida como “Tigresa Vip”, que disputaria uma cadeia na Assembleia Legislativa do estado do Mato Grosso.

Conforme noticiado pela imprensa do estado, o anúncio da filiação de Esther e consequente lançamento da pré-candidatura da atriz ocorreu durante ato da Central Única dos Trabalhadores (CUT) na semana passada.

Contudo, conforme esclareceu o presidente da sigla em Mato Grosso, deputado estadual Valdir Barranco, o evento não configurou um ato oficial do PT. O motivo da rejeição da atriz no partido não foi revelado, mas há quem diga que a repercussão negativa nas redes sociais foi  crucial para a não aceitação dela no PT. 

Dessa forma, no momento em que o nome da atriz foi apresentado para a alta cúpula da legenda em Mato Grosso, a Executiva viu vício de filiação e por 9 votos contra, duas abstenções e um a favor Tigresa não foi aceita no partido.

Assim, sem filiação, a atriz não poderá concorrer a uma cadeira na Casa de Leis pelo PT. Desde o anúncio da filiação da atriz, muitas discussões, tanto contrárias quanto a favor da pré-candidatura, acenderam debates sobre moralidade na política.

Relatório

O que você acha?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.