Professor cuida de bebê para que aluna possa fazer tarefas: ‘Meu menor aluno’

Sem titulo 112

“Ser professor é, antes de tudo, gostar de gente. É se importar com a história de vida das crianças e olhar verdadeiramente nos olhos de cada uma delas”, disse uma vez a pedagoga Aucimara Souza do Nascimento.

Nesta vocação, que muitos professores consideram como um “chamado”, eles se esforçam para que os alunos aprendam e realizem os seus sonhos através da preparação e do conhecimento.

Assim, quem se dedica ao ensino torna-se amigo e apoiador incondicional, como o professor argentino Julio Cruz demonstrou recentemente. O educador da Escola de Comércio da República do Panamá não hesita em tomar ações que facilitem o aprendizado dos alunos.

Recentemente, ele se ofereceu para cuidar do bebê de uma estudante para que ela pudesse tomar notas e fazer suas atividades com tranquilidade.

Moira Hinojosa está no último ano do ensino médio. Sem ter com quem deixar seu bebê, o pequeno Santino, ela se viu obrigada a levá-lo consigo para a escola. Felizmente, graças à empatia de Julio, a jovem poderá se dedicar e concluir os estudos.

E mais do que a ajuda do professor, Moira tem recebido apoio incondicional dos alunos e demais professores: todo mundo adora cuidar e ter a presença do bebê nas aulas.

Sem titulo 113

“Desde o início da minha gravidez fui à escola e cada uma das integrantes do grupo educativo esteve ao meu lado, dando-me apoio e ajuda nos momentos em que mais precisei. Ninguém me negou auxílio, e depois que ele nasceu, não queriam que eu faltasse, pois isso prejudicaria os estudos. Ver o carinho deles por meu filho é admirável”, disse a jovem mãe.

Sem titulo 114

Desde então, a sala de aula virou um verdadeiro berçário para Santino!

Sem titulo 115

À imprensa local, Moira contou que seu filho está tão acostumado com os mimos do professor que adormece profundamente em seus braços durante as aulas.

Sem titulo 116

Para Julio, é uma honra poder ajudar a aluna e ter a companhia do bebê. “Brinco que ele roubou meu coração. É uma criança disciplinada e terna […]”, disse.

Sem titulo 117

Quando terminar os estudos, Moira pretende ingressar na faculdade (ela ainda não sabe qual curso irá fazer). De toda forma, ela e muito grata pela ajuda – e conselhos, – de Julio, bem como de todas as pessoas que cruzaram seu caminho.

“Os educadores da Escola de Comércio da República do Panamá são um grande orgulho para a educação na Argentina. São pessoas que não se importam com o que os outros vão dizer e ajudam quem precisa sem pedir nada em troca”, completou a estudante.

Sem titulo 118

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.