Presidente do Brasil lamenta morte de Paulo Gustavo

Brasil buscara neutralidade de carbono ate 2050 diz Bolsonaro 768x512 1

Em mensagem no Twitter, o presidente da República, Jair Bolsonaro, lamentou a morte do ator.

Um dos artistas mais populares e admirados do Brasil morreu, nesta terça-feira (4), aos 42 anos, em decorrência da Covid-19. C

Criador de personagens icônicos como “Dona Hermínia“, o ator e humorista Paulo Gustavo estava internado desde 13 de março no Hospital Copa Star, em Copacabana, no Rio de Janeiro.

O quadro de saúde de Paulo Gustavo piorou na noite de domingo (2), quando sofreu uma embolia pulmonar.

Em mensagem no Twitter, o presidente da República, Jair Bolsonaro, lamentou a morte do ator.

“Com seu talento e carisma conquistou o carinho de todo Brasil”, escreveu Bolsonaro. Confira o tuíte.

Algo errado com esse post?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.