dentro

População saqueia supermercado na Zona Norte do Rio

Um supermercado foi invadido e saqueado, na noite deste sábado (16), na Estrada Adhemar Bebiano, em Inhaúma, na Zona Norte do Rio, próximo ao Complexo do Alemão. Diversos vídeos mostram pessoas correndo com carrinhos de compra fora do estabelecimento, no momento da confusão com as mercadorias. De acordo com um funcionário, os itens mais roubados foram carne, cerveja e chocolates. Ninguém foi preso.

Na manhã deste domingo, uma equipe do DIA esteve no supermercado, que está funcionando normalmente. Ainda segundo o funcionário, cerca de 200 pessoas saquearam o estabelecimento. Há informações de que algumas delas estariam armadas. 

“O mercado funciona na área há 20 anos e nunca aconteceu isso. Eu não estava no momento do ocorrido, só cheguei depois. Mas ficamos com uma equipe na loja durante a noite para conseguirmos abrir hoje. A nossa preocupação neste domingo era atender todos os nossos clientes, que é a nossa missão. O clima está melhor, está tudo mais tranquilo. A polícia tem nos dado todo o apoio, colocando viaturas perto do mercado. Conversei com a equipe e estão todos bem e trabalhando normalmente”, disse o homem, que preferiu que sua identidade fosse preservada.

Em nota, a Polícia Militar disse que equipes do 3°BPM (Méier) foram acionadas para checar uma série de saques ao supermercado Inter de Inhaúma. Com a chegada dos policiais, diversas pessoas fugiram do local e ninguém foi preso. Por conta do episódio, equipes das Rondas Especiais e Controle de Multidões (Recom) foram encaminhadas para a região.

Em diversos vídeos que circulam na internet, é possível ver pessoas com camisa escondendo o rosto deixando o estabelecimento com caixas de produtos nos ombros e empurrando carrinhos cheios de mercadorias pela rua. Outros registros mostram as gôndolas do mercado reviradas e vazias, com diversos produtos pelo chão. Houve muita correria e confusão no supermercado. VEJA:

Segundo a Polícia Civil, o caso foi registrado, neste domingo, na 44ªDP (Inhaúma). Os representantes do estabelecimento foram ouvidos na delegacia e testemunhas serão intimadas para depoimento. Os agentes requisitaram imagens de câmeras de segurança do local. A investigação está em andamento.

Em um áudio que está circulando em aplicativos de mensagem, uma funcionária do supermercado, não identificada, está chorando e dizendo que está “muito mal”. Em um outro, a mesma pessoa disse que a polícia foi até o local e que todos os funcionários estavam contabilizando os prejuízos. “Estamos um pouco mais calmos, mas agora estamos aqui vendo o que sobrou dos caixas, porque arrancaram vários deles. Tá cheio de polícia aqui, mas foi brabo”. 

No Twitter, os internautas comentaram o episódio. “Parecia cenário de guerra. Foi assustador ver os vídeos com todas aquelas pessoas correndo com as mercadorias nos braços e nos carrinhos”, disse um. “As coisas no supermercado estão caríssimas. Tem gente que não tem condições para comprar e bate o desespero. Será daí pra pior!”, escreveu outro.

O que você acha?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.