Políticos e epidemiologistas criticam Copa América no Brasil

copa

O senador Randolfe Rodrigues pediu à CPI da Pandemia que convoque o presidente da CBF, enquanto o deputado Jlio Delgado disse que irá ao STF para impedir que o torneio ocorra no país.

O anúncio de que o Brasil sediará a Copa América de futebol neste ano tem sido criticado por políticos de vários partidos e também por epidemiologistas, que acreditam ser um erro o país sediar o torneio em meio a sinais de que experimentará uma nova alta no o número de casos e mortes por Covid-19.

A atual Copa América, que acontece de 13 de junho a 10 de julho, será disputada inicialmente na Colômbia e na Argentina. Devido a uma onda de grandes protestos contra o governo e as condições de saúde do país, a Colômbia afirmou no dia 20 de maio que não sediará o evento.

Depois que uma pesquisa de opinião revelou que 70% das pessoas não queriam que a Copa América fosse realizada na Argentina, o ministro do Interior da Argentina, Wado de Pedro, disse que realizar o evento em solo argentino seria extremamente difícil.

Posteriormente, a competição foi retirada da Argentina, e o país-sede foi confirmado como Brasil nesta segunda-feira (31/05). “A Conmebol agradece ao presidente Jair Bolsonaro e sua equipe, assim como o Confederaço Brasileira de Futebol [CBF], para abrir as portas de quem é hoje o evento esportivo mais seguro do mundo”, disse a federação no Twitter.

Porém, após o anúncio, o chefe da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, afirmou que o torneio no Brasil ainda não havia sido confirmado e que o governo havia imposto algumas condições, inclusive de que todos os membros da delegação fossem vacinados, de que nenhum público fosse permitido nos jogos, e que apenas dez times seriam aceitos.

“Ainda não tem nada certo, como eu gostaria de enfatizar. Estamos no meio disso agora. Porém, se uma demanda puder ser atendida, não hesitaremos em cumprir” No Palácio do Planalto, informou Ramos repórteres.

A Copa América é a competição mais importante para as seleções sul-americanas. O SBT vai transmitir o torneio no Brasil este ano. Quando o Brasil venceu o torneio, que também foi sediado no país, o Bolsonaro foi ao gramado do Maracan ver a entrega da taça e depois tirou fotos com o troféu entre os competidores.

O presidente da CBF deu um telefonema.

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice-presidente da CPI da Pandemia, foi um dos parlamentares que reagiu à afirmação. Ele encaminhou pedido à comissão, solicitando que o presidente da CBF, Rogério Langanke Caboclo, seja convocado para depor sobre as ações que estão sendo tomadas para garantir a segurança sanitária do evento.

“Neste momento de epidemia no país, não temos como sediar uma Copa do Mundo! Sou torcedor de futebol, mas também sou um protetor do LIFE! Poderíamos muito bem estar recebendo este evento se o Presidente tivesse a mesma agilidade no trato com a Pfizer como fez com a Conmebol “Randolfe fez o anúncio no Twitter.

O senador Renan Calheiros (PMDB-AL), relator da CPI da Pandemia, também expressou resistência à realização do evento no Brasil, acusando o governo federal, a Conmebol e a CBF de forjarem uma “união de negação”.

O ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM), que liderou a pasta de saúde do governo Bolsonaro até abril de 2020, classificou a notícia da realização da Copa América neste momento de “inacreditável” e “total cinismo” diante da crise epidêmica do país.

O deputado Jlio Delgado (PSB-MG) anunciou que entrará com pedido no Supremo Tribunal Federal (STF) para impedir que a Copa América seja realizada no país.

A velocidade de tomada de decisão
Vários críticos da Copa América no Brasil compararam a demora em responder a e-mails da farmacêutica Pfizer oferecendo a venda das doses de sua vacina covid-19 à demora em responder a e-mails da farmacêutica Pfizer oferecendo a venda de suas doses vacina para o covid19. Segundo Carlos Murillo, presidente da Pfizer para a América Latina, a oferta inicial foi feita em agosto de 2020, mas o negócio foi finalmente fechado em março deste ano.

Ciro Gomes, candidato à presidência em 2018 e pré-candidato do PDT às eleições de 2022, foi um entre vários que usou a disparidade de agilidade para atacar a escolha do governo.

Ciro sugeriu em outro post que o CPI da Pandemia deveria ligar para o presidente do CBI e oficiais de esportes. “A questão não é se você gosta ou não de futebol. É fantástico! O dilema é brincar ou não com a vida dos brasileiros. E não se envolver em demagogia em troca do assassinato de inocentes”, escreveu.

O deputado Kim Kataguiri (DEM-SP), integrante do Movimento Brasil Livre (MBL) e um dos organizadores das manifestações de 2016 pelo impeachment de Dilma Rousseff, sugeriu que o torneio fosse apelidado de “Cepa América 2021”, após as variantes do os coronavírus mais transmissíveis que foram encontrados em alguns países, incluindo Brasil e Índia.

A decisão é “inacreditável”, segundo a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, considerando o aumento previsto no país de novos casos e mortes, bem como o fato de os sistemas de saúde em algumas áreas já estarem sobrecarregados.

Os epidemiologistas alertam sobre os perigos.

Os epidemiologistas também acharam uma péssima ideia ter a Copa América no Brasil durante o surto. A decisão, segundo Pedro Hallal, da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), é uma “libertinagem e desprezo” aos familiares das mais de 460 mil pessoas que morreram no país em decorrência da cobiça.

O Brasil está dando um “exemplo horrível” para o resto do globo, segundo a epidemiologista Ethel Maciel, professora da Universidade Federal do Espírito Santo. “Está tudo bem morrer a serviço dos negócios”, acrescentou.

O Brasil está dando um “exemplo horrível” para o resto do mundo, segundo a epidemiologista Ethel Maciel, professora da Universidade Federal do Espírito Santo. “Está tudo bem morrer a serviço dos negócios”, acrescentou.

O Brasil está se aproximando de uma terceira onda de infecções por coronavírus, segundo especialistas e do Ministério da Saúde. As UTIs estão transbordando em várias áreas e os epidemiologistas preveem que a crise de saúde brasileira vai aumentar no momento em que a Copa América está sendo contestada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.