dentro

Policial expulsa equipe da Band e revolta Datena ao vivo

Uma equipe do Brasil Urgente foi impedida de registrar a chegada do goleiro Cássio, do Corinthians, à sede do Dope (Departamento de Operações Policiais Estratégicas) para registrar boletim de ocorrência por ameaça de morte em sua rede social. Um policial expulsou o cinegrafista da Band e revoltou José Luiz Datena, que exigiu explicações do delegado responsável ao vivo em seu programa.

“Doutor, é só pedir com tranquilidade que a gente sai. Não tem problema nenhum. Vocês têm que correr atrás de bandido, não de trabalhador. Não adianta dar uma de machão. Nossa equipe já saiu! qual o motivo? A gente sempre trata bem vocês da polícia! Nós já saímos, o que você vai… vai prender a gente? Que absurdo! Tocando a gente como se fosse cachorro. Quem é esse cara? Está enxotando a gente como se fosse cachorro! O que é isso, a gente só defende esses caras aí”, disse o apresentador, indignado.

“Eu queria falar para o Nico, se alguma vez na vida eu tratei algum policial da sua equipe assim. Nós somos trabalhadores, ninguém aqui é bandido, não! Esse Marcel é um sem educação, é só pedir que a gente sai! Vai tentar agir com essa ferocidade com bandido, meu chapa! aqui não tem bandido, não, aqui tem trabalhador! Que sujeito folgado! O que ele falou? Ele ameaçou a gente ali? Porque nós saímos correndo. Se ameaçar, registra um boletim de ameaça contra esse cara”, esbravejou.

“Se faz isso com a nossa equipe, imagina o que faz com um cidadão comum na rua, porque se julga o dono do mundo. Isso aí é abuso de autoridade, estupidez e falta de educação. Seu mal-educado! Mal-educado!”, concluiu, em tom nervoso. Assista ao desabafo de José Luiz Datena ao vivo contra o policial que expulsou a equipe do Brasil Urgente da sede da Polícia Civil

O que você acha?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.