Polícia prende psicóloga esquerdista acusada de tentativa de homicídio contra senhora cristã

Sem titulo 1

Nesse último domingo (12), durante a Marcha da Família Cristã pela Liberdade, uma senhora de 73 anos, que participava da passeata, foi atingida na cabeça por um maracujá congelado atirado do 13º andar de um edifício residencial. 

Não precisa ser um gênio em Física para entender que qualquer objeto sólido lançado dessa altura adquire muita velocidade durante a queda, podendo causar um impacto fatal, sobretudo contra idosos e crianças.

Segundo a Polícia Civil do Paraná, a autora do arremeso foi uma psicóloga de 52 anos, e pelo que averiguamos nas redes sociais, a psicóloga possui posicionamentos de esquerda. É uma triste ironia que justamente uma psicóloga, que devia ter autocontrole e empatia, seja capaz de cometer tamanha crueldade contra manifestantes pacíficos que tão somente pediam a liberação das missas e cultos. De acordo com a Polícia Civil do Paraná, a psicóloga é acusada de tentativa de homícidio, e segue detida, aguardando a audiência de custódia.

A senhorinha cristã recebeu os prontos socorros dos manifestantes e agentes públicos, e foi levada ao Hospital Evangélico Mackenzie, onde recebeu pontos na cabeça e foi liberada ainda durante à noite deste domingo. Graças a Deus, não ocorreu nada de mais grave. Agora, esperamos que, no mínimo, a psicóloga não seja solta na audiência de custódia, como ocorre com tantos que a polícia prende em flagrante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.