PM derruba mulher com criança no colo e a imobiliza com o joelho

Sem titulo 227

Policiais Militares de Itabira, interior de Minas Gerais, foram flagrados abordando uma mulher de forma violenta no centro da cidade. Apesar de segurar um bebê no colo e aparentemente estar com outra criança, ela foi derrubada e imobilizada por um dos agentes, que colocou o joelho em seu pescoço.

O menino tentou defender a mulher, mas foi afastado pelo segundo policial. Testemunhas que passavam pelo local também tentaram intervir, sem sucesso. Uma delas conseguiu pegar o bebê para que ele não se machucasse quando a mulher já estava imobilizada.

AdChoicesPUBLICIDADE

A vítima da abordagem não foi identificada. Os policiais a algemaram e levaram para uma viatura. Nas redes sociais, algumas pessoas compararam o caso com o de George Floyd, sufocado por um policial durante uma abordagem e morreu.

Marco Antônio Lage (PSB), prefeito de Itabira, se pronunciou pelo Twitter. “Com a responsabilidade de prefeito, manifesto minha repulsa diante das imagens de uma abordagem policial ocorrida no início da noite em Itabira”, escreveu.

“As lamentáveis cenas precisam ser apuradas com rapidez e rigor. Este não é o procedimento padrão das nossas escolas militares e do Comando Geral da Corporação”, continuou. “Especialmente se tratando de ocorrências envolvendo mulheres e crianças”.

Em nota, a PM de Minas Gerais afirmou que prendeu um casal na noite de ontem (5) por porte ilegal de arma de fogo e munições, e que “para impedir a apreensão da arma de fogo que estava consigo, a mulher se agarrou a uma criança, usando-a como escudo humano e se recusando a largá-la”.

A corporação afirma que ela foi imobilizada numa queda controlada. Durante a abordagem, foram apreendidas quatro munições .32 com o homem, e uma touca “ninja”.

VEJA:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.