Pesquisadores desenvolvem exame de sangue que identifica bipolaridade e depressão

exame de sangue depressao 3

Um novo estudo realizado pela Escola de Medicina da Universidade da Indiana e publicado recentemente pela revista científica Molecular Psychiatry, braço da Nature Publishing, obteve resultados satisfatórios com um diagnóstico biológico para a bipolaridade e a depressão através de um exame de sangue.

Conduzido pelo professor Alexander B. Niculescu, Ph.D. em Psiquiatria e professor na instituição norte-americana, o trabalho de pesquisa desenvolveu um exame de sangue, composto por biomarcadores de RNA, que podem ajudar a distinguir a gravidade da depressão de um paciente e o risco de transtorno bipolar futuro. Além disso, o exame de sangue também possibilita saber os medicamentos mais indicados para cada paciente.

“Com esse trabalho, queríamos desenvolver exames de sangue para depressão e transtorno bipolar, para que fosse possível fazer uma distinção clara entre os dois e fazer com que as pessoas recebessem os tratamentos certos”, diz Niculescu.

Ao longo da pesquisa, os cientistas também descobriram que os transtornos do humor são acentuados pelos genes do ciclo circadiano – aqueles que regulam os ciclos de sono ao longo do dia.

“Isso explica por que alguns pacientes pioram com as mudanças sazonais e as alterações do sono que ocorrem nos transtornos de humor”, disse Niculescu.

Para Niculescu, as descobertas do estudo podem contribuir para uma melhora no dia a dia de profissionais da área de psiquiatria, bem como o desenvolvimento de novos medicamentos capazes de tratar essas doenças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.