dentro

Personal recusa pedido de desculpas de morador de rua após exposição da esposa

O personal trainer Eduardo Alves, de 31 anos, recusou o pedido de desculpas do morador de rua Givaldo Alves, de 48 anos, após exposição da sua esposa Sandra Maria Fernandes, de 33 anos. O morador de rua expôs, em suas entrevistas, detalhes sobre a relação sᕮxual com a mulher. Givaldo foi flagrado fazendo sᕮxo com a esposa de Eduardo dentro de um carro em Planaltina, no Distrito Federal. O caso ganhou repercussão nacional.

Mesmo com o pedido público de desculpas em que o morador de rua alega ter sido infeliz em suas colocações, a defesa do personal trainer manteve o processo. Além disso, eles entenderam o pedido de desculpas como algo planejado.

O perdão foi pedido durante entrevista a Ricardo Caiafa, em seu canal no Youtube. “Gostaria de pedir desculpas primeiramente à ela, às meninas da minha família, à minha mãe, e à todas vocês. Não sou o tipo de homem de abrir uma coisa íntima para ninguém. Então, fui infeliz ao relatar um fato que poderia ter ponderado, mas não soube conciliar as coisas de um jeito correto”, disse.

No entanto, a advogado de Eduardo Alves, Auricélia Vieira, emitiu uma nota oficial sobre o pedido de desculpas e analisou a atitude como algo planejado, alegando que agora o morador de rua estaria “melhor assessorado”.

Leia a nota:

“O pedido de desculpas do Givaldo reflete que o mesmo está melhor assessorado, mas não recompõe o dano provocado, cujos efeitos são irreversíveis e atingem a todos os familiares da Sandra, incluindo, uma inocente que teve sua rotina totalmente comprometida por essa e por outras veiculações de notícias fantasiosas e desprovidas de verdade. Continuamos com o trabalho árduo para limpar o conteúdo da internet e esperamos que, de fato, ele se conscientize e se abstenha de comentar o caso que segue em apuração e em segredo de justiça”.

Com informações do jornalista e colunista Leo Dias*

O que você acha?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.