Pela 7ª vez: Joelma sofre três derrames e uma parada cardíaca

A cantora Joelma foi a primeira convidada do ano no programa “Mais Você” e tomou café da manhã com Ana Maria Braga, na segunda-feira (01/01). No encontro, a ex-vocalista do Calypso aproveitou o momento para falar de coisas boas, como o retorno da música “Voando pro Pará”, de 2016, no topo das paradas musicais depois de ter viralizado no fim do ano, com o termo “tacacá”. Mas, também revelou que os últimos anos foram “Uma luta grande, mas uma vitória maravilhosa no final”.

Desde que a pandemia da Cøvid-19 assolou o mundo em 2020, Joelma teve algumas complicações com a doença, principalmente em 2023, quando teve sequelas séries da Cøvid, onda ela contraiu sete vezes. “Passei dois anos lutando contra sequelas da Cøvid. Tive sete vezes. Na terceira vez, tinha certeza que não ia voltar, que ia parar com a minha carreira”, disse a cantora.

Mais detalhes dos problemas da Joelma com Cøvid-19

Durante a conversa com Ana Maria, Joelma listou os problemas que teve durante o seu processo de cura, no qual a Cøvid-19 atingiu os seus sistemas digestivo, respiratório, neurológico e até muscular. “Minha musculatura foi a quase zero”, completou.

Em julho do ano passado, Joelma passou mal durante uma apresentação e precisou cancelar a sua agenda por tempo indeterminado. De acordo com ela, só foi descoberto o problema, após a terceira internação em Recife e foi detectado que estava com problemas na via respiratória: “Quando comecei a tratar, dois dias virou a chave. Eu fazia exame quase toda semana e não dava nada”.

Ainda na entrevista, Joelma agradeceu a Deus por tudo que passou: “Essa comunhão com Deus que me salvou todas as vezes. Eu ouvia voz, ‘faz isso, faz aquilo’, e era o que me salvava na hora. Eu me despedi várias vezes sozinha de madrugada. ‘Deus, obrigada, eu sei que vai ser hoje’. Tive três derrames oculares”, contou, completando que também teve uma parada cardíaca neste período de problemas de saúde causados pela Cøvid-19.