Pedro Bial vira assunto ao falar que só entrevistaria Lula com detector de mentiras

pedro bial e lula

O apresentador do ‘Conversa’, da TV GloboPedro Bial acabou surpreendendo. É que ele deu uma entrevista ao programa ‘Manhattan Connection’, agora na TV Cultura, onde falou sobre entrevistar o ex-presidente e ex-presidiário Luís Inácio Lula da Silva.

O apresentador Pedro Bial foi questionado pelos participantes sobre chamar Lula ao seu programa, mas ele acabou revelando que, para ele entrevistar, teria que ser ao vivo e com um detector de mentiras.

O apresentador falou: “Você citou dois que dificilmente iriam. O Lula já até disse que gostaria de fazer o programa comigo, mas aí tinha que ser ao vivo. Pode até ser ao vivo, mas aí teria que ter um polígrafo acompanhando todas as falas dele”, disse.

Também na conversa, ele falou sobre o atual presidente: “O nosso presidente vive em conflito. Ele se alimenta do confronto. Não fosse assim, teria agarrado a oportunidade de ouro há um ano, quando começou a pandemia, para ser o líder de toda a nação. Naquele momento todos aceitariam”, disse.

O apresentador da TV Globo, ainda criticou o jeito  com que o chefe do poder Executivo vem tratando a pandemia: “Ele [Bolsonaro] poderia, de fato, num momento de pandemia, que é um estado de guerra, se tornar um líder de todos os brasileiros. Mas isso seria contra a natureza do escorpião, aquela velha piada”, disse.

Pedro Bial ainda continuou: “Ele vive do confronto e por isso depende tanto de provocar a imprensa. Não sei se a imprensa aceita as provocações e não deveria, ou se é característica da imprensa agir assim. Essa relação da mídia e estado nos governos nunca é tranquila”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.