Parceiro de cela Daniel Alves revela plano de fuga do jogador ao Brasil.

Segundo seu ex-colega de sala, Daniel Alves teria um plano para fugir para o Brasil caso conseguisse liberdade condicional.

O jogador de futebol Daniel Alves permanece detido, enfrentando acusações de estupro relacionadas a um incidente em uma casa noturna de Barcelona, com o desfecho do caso ainda pendente. Novas revelações surgiram recentemente, sugerindo que um ex-colega de cela de Alves afirmou que ele planejava fugir para o Brasil caso recebesse liberdade condicional.

Conforme divulgado pelo programa de televisão português, TardeAR, a identidade do indivíduo que fez esta afirmação será divulgada posteriormente. Durante o terceiro dia de audiência do caso perante o Tribunal Superior de Justiça da Catalunha, em 7 de fevereiro, Alves admitiu ter consumido álcool no dia do suposto crime em uma boate.

Daniel Alves relatou terem sido solicitadas cinco garrafas de vinho, um uísque e um saquê naquela noite. Ele afirmou ter consumido aproximadamente uma e meia ou duas garrafas de vinho, além de um copo de uísque, no início do interrogatório. De acordo com informações da imprensa espanhola, Alves modificou seu depoimento pela quinta vez, alegando agora abuso de bebidas alcoólicas no dia em que o crime teria ocorrido.

Tal mudança se dará, segundo alguns, por conta de uma redução na pena por embriaguez ao qual a Espanha admite em sua jurisdição. O consumo exagerado de álcool teria o poder de reduzir a pena em até metade do tempo. A última atualização do julgamento se dá com Daniel Alves tendo negado mais uma vez que tenha forçado a denunciante a praticar relações sexuais com o mesmo.

Fonte – Em Off