“Para quê intervenção militar se já sou presidente?”, diz Bolsonaro

Bolsonaro Mourao Exercito Chuva 128 868x644 2
Presidente Jair Bolsonaro durante cerimonia em homenagem ao dia do Exército. Bolsonaro e ministros ficaram na chuva durente o desfile militar. Brasilia, 17-04-2019. Foto: Sérgio Lima/PODER 360

O presidente Jair Bolsonaro conversava com apoiadores nesta 3ª feira (11.mai.2021) quando disse a um deles: “Pra quê intervenção militar se eu já sou presidente? Sou capitão do Exército. Está tendo que haver uma intervenção civil em outros lugares”. Deu a declaração no Palácio da Alvorada.

O visitante dizia a Bolsonaro que as manifestações favoráveis ao governo não tinham placas favoráveis à intervenção militar e, segundo ele, alguns jornais mostraram o contrário. Nesse contexto, o presidente disse a frase.

Também nesta 3ª o presidente negou a existência de um “orçamento secreto” no governo federal. Deu a declaração a apoiadores no Palácio da Alvorada.

O chefe do Executivo se referia a uma reportagem do jornal O Estado de São Paulo publicada nesse domingo (9.mai), a qual indica que o governo federal teria montado um “orçamento paralelo” para distribuir emendas do tipo RP9 (emendas de relator) a congressistas para aumentar sua base de apoio. Ainda segundo o jornal, parte dessas verbas teria sido usada para comprar tratores com valores superfaturados.

“MEU EXÉRCITO”

Bolsonaro voltou a falar que o Exército é seu e a jogar dúvidas sobre o sistema eleitoral do país. As declarações foram dadas no último domingo (9.mai) em discurso em frente ao Palácio da Alvorada.

A fala veio em um momento de pressão sobre o governo federal exercida, principalmente, pela CPI (comissão parlamentar de inquérito) do Senado que investiga a forma como o Executivo lida com a pandemia e o uso de recursos repassados pela União a Estados e municípios.

“Tivemos um problema gravíssimo ano passado, algo que ninguém esperava, a pandemia. Mas, aos poucos, vamos vencendo. Podem ter certeza, como chefe supremo das Forças Armadas, jamais o meu exército irá às ruas para mantê-los dentro de casa”, declarou Bolsonaro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.