Palmeiras terá receita recorde em 2021 e se aproxima de R$ 1 Bilhão de arrecadação

inbound1252341324833069372

A temporada de 2021 será histórica para o Palmeiras não apenas por causa da conquista dos dois títulos da Libertadores. O ano vai representar também ao clube a maior arrecadação da sua história.

PUBLICIDADE

As contas na temporada ainda não fecharam, mas, impulsionado pelo desempenho nas competições sul-americanas, o Verdão deve superar a casa dos R$ 900 milhões de receita.

Até outubro, o Conselho de Orientação e Fiscalização registrava uma arrecadação de R$ 711,5 milhões (já recorde) e um superávit de R$ 74,4 milhões no período.

A diretoria do Palmeiras vai contabilizar nos últimos dois meses do ano a premiação por causa do título da Libertadores, além da bilheteria do período.

A Conmebol vai pagar ao Verdão cerca de R$ 84 milhões em premiação pela vitória contra o Flamengo, na final da Libertadores. O título sul-americano também faz a Crefisa desembolsar mais R$ 12 milhões em bonificação. Estes valores foram pagos também em fevereiro, pois a edição de 2020 terminou já em 2021 por causa da pandemia do coronavírus.

O melhor desempenho financeiro registrado pelo Palmeiras foi na temporada de 2018, quando arrecadou R$ 654 milhões. O bom resultado deste ano vai servir para ajudar na recuperação depois de acabar 2020 com R$ 151 milhões de déficit.

A administração do presidente Maurício Galiotte se encerra nesta quarta-feira. Leila Pereira será a mandatária do Verdão até o fim de 2024.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.