Palmeiras tenta a ultima cartada por Castellanos, veja o valor

inbound6033630618224345080

O Palmeiras ainda não desistiu de Valentín Taty Castellanos, jovem atacante do New York City. Ele é o objetivo principal da nova gestão para o Mundial de Clubes, que acontece em fevereiro. Como o prazo de inscrição é curto, a resposta da nova proposta precisa chegar com brevidade.

Segundo o Lance!, o Palmeiras encaminhou nova oferta ao Grupo City, dono do NY City, nesta sexta-feira (7). Foi oferecido 8,5 milhões de euros (aproximadamente R$ 54,61 mi), cerca de 1,2 milhão a mais do que a última proposta.

Por conta das festas de final de ano, a empresa voltou ao trabalho no último dia 10 (segunda-feira). A diretoria palmeirense aguarda resposta para entender se precisará melhorar a oferta ou fechará negócio.

Se não conseguir bater o martelo, Leila Pereira já conversou com Abel Ferreira e deixou a posição clara. Trará um novo centroavante para a disputa dos campeonatos de 2022, mas o processo não será tão rápido. A Libertadores, que começa em abril, poderá receber o novo jogador. São pelo menos mais três meses de trabalho entre departamento de análise e scout.

+ Reforço fechado, saída de atacante, novo clube de Luiz Adriano, casos de Cøvid e mais: as últimas do Palmeiras

Abel Ferreira entende a demora

Segundo a mesma publicação, o treinador português foi avisado das dificuldades para fechar negócio. Leila Pereira abriu o jogo e revelou que a chegada de um centroavante de ofício e com nome no mercado pode custar cerca de R$ 3 milhões mensais (entre luvas, salários e outros pagamentos).

Abel teria aceitado a situação e revelado que a chegada de um “medalhão” neste momento pode comprometer a harmonia do grupo do Palmeiras, que está focado na disputa do Mundial de Clubes.

Leila sofre com críticas nas redes sociais. Torcedores palmeirenses a pressionam pela chegada de novos reforços.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.