Palmeiras não precisa de um jogador como eu, diz Valdívia

inbound4970904851712959053

O meia Valdivia, com passagens de sucesso pelo Palmeiras entre 2006 e 2008 e 2010 e 2015, afirmou que não teria mais espaço no clube alviverde hoje. Na opinião do ex-jogador do time paulista, a equipe está “bem demais” atualmente.

“O Palmeiras não precisa de um jogador como eu [hoje]. Está bem demais”, declarou El Mago em entrevista ao site da ESPN.

Valdivia opinou, ainda, que os jogadores da posição dele, que ele mesmo classificou como “camisa 10 clássico”, estão cada vez mais raros no futebol e têm sido deslocados de suas posições originais.

“É que a maioria dos treinadores jogam com três na frente e três no meio. Então fica difícil pegar um treinador que jogue com um 10 clássico. E é porque cada vez tem menos jogadores [desse tipo]. E os que tem, os treinadores tentam colocar em uma posição do campo que não é a própria”, avaliou.

Recentemente, o meia Raphael Veiga, um dos grandes destaques da temporada do Palmeiras, superou Valdivia no número de gols marcados pelo clube — o meia chileno marcou 41 vezes em 241 jogos.

Se hoje o Palmeiras tem disputado e conquistado vários títulos — podendo, inclusive, se sagrar bicampeão da Copa Libertadores da América no próximo sábado (27), quando encara o Flamengo na final da competição —, Valdivia foi um dos expoentes de um período em que o time ficou longe das grandes conquistas.

Ainda assim, o meia chileno conquistou taças nas duas passagens pelo clube: o Campeonato Paulista de 2008, a Copa do Brasil de 2012 e a Série B do Brasileirão de 2013.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.