Palmeiras é irredutível e faz exigências para definir futuro de Dudu, veja os detalhes

inbound6595855090365271356

O futuro de Dudu no Catar ou no Palmeiras agita a torcida alviverde e também os bastidores do clube. Com a indefinição se o Al Duhail vai ou não exercer a compra prevista no contrato de empréstimo, o Verdão já tem algo estabelecido: a liberação ocorrerá somente por seis milhões de euros à vista (cerca de R$ 40 milhões). Caso contrário, ele retorna e será reintegrado ao elenco.

LEIA TAMBÉM: Atacante do Flamengo, Gabigol provoca: “Não tem Copinha! Não tem Mundial!”

Por decisão do presidente Maurício Galiotte, os palmeirenses não devem abrir conversas para diminuir ou até parcelar o valor previsto no contrato que vence no fim de junho.

O Al Duhail tem até o dia 15 de maio para comunicar ao Verdão a compra dos 80% direitos econômicos de Dudu. Depois, o pagamento pode ser realizado até junho. Se isso não for cumprido, o atacante deve ficar à disposição da comissão técnica de Abel Ferreira no início de julho.

Dudu tem contrato com o Palmeiras até o fim de 2023. Ele se transferiu em julho do ano passado, quando o clube do Catar pagou inicialmente sete milhões de euros pelo empréstimo de um ano. A permanência em definitivo é algo previsto no contrato.

Representantes do Al Duhail fizeram um contato preliminar com a diretoria do Verdão, mas não houve nenhuma sinalização sobre a definição do futuro de Dudu.

O clube do Catar decidiu não inscrever o atacante para a disputa da primeira fase da Liga dos Campeões da Ásia, justamente por não saber se poderá contar com o atleta no segundo semestre.

Fora da disputa internacional, Dudu viajou nesta segunda-feira para o Brasil. Ele registrou o embarque em uma rede social e, de folga, vai passar um período no país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.