Palmeiras busca negociação por Lucas lima e se dispõe a pagar parte do salário

inbound380364501861841554

A repercussão negativa por parte da torcida do Santos fez com que o clube desistisse de contar com o retorno de Lucas Lima. Mesmo assim, o Palmeiras continua a receber sondagens de outras equipes interessadas em contar com o futebol do atleta, tem algumas conversas em progresso e tenta equacionar a questão salarial, uma vez que ela é um entrave.

PUBLICIDADE

Os altos vencimentos de Lucas são impeditivos para muitas agremiações que procuram o Palmeiras e uma alternativa tem sido negociar a divisão do pagamento. No caso do Santos, por exemplo, o Alviverde arcaria com cerca de 55% do salário, enquanto o rival ficaria responsável pelo restante. Os bônus atuais dele por jogo seriam negociados entre o novo clube e atleta.

Sem ser utilizado por Abel Ferreira e nem mesmo compor o banco de reservas em alguns compromissos, o Alviverde tenta encontrar uma solução que seja boa para todas as partes. Por isso, à medida que negativas de empréstimo aconteçam, uma maior parte dos vencimentos de Lucas Lima podem ser arcadas pelo Palmeiras, mesmo ele estando em outro time.

Lucas, preterido e longe de qualquer holofote, quer voltar a jogar. Ciente de que a missão de reencontrar espaço com Abel é improvável, o meia vê com bons olhos a chance de atuar com mais frequência, mas quer a segurança e estabilidade de um clube como o Palmeiras, que concede isso a ele. A volta pra Santos seria aceita, mas não progrediu.

Deixar o camisa 20 em atividade, mesmo pagando uma porcentagem maior do salário é uma alternativa para deixá-lo na vitrine. Lucas não atua desde a eliminação para o CRB na Copa do Brasil, dia 9 de junho. Depois disso, ainda no mesmo mês, ele acabou abordado por torcedores ao sair de um restaurante fora do horário permitido por conta da pandemia e foi punido pela direção palmeirense. Desde o retorno, tem apenas treinado sem ser aproveitado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.