Palmeiras avança em negociação por Castellanos

inbound5350393383686075848

O Palmeiras tem conversas avançadas por Valentín Castellanos, mas ainda esbarra na falta da liberação do New York City (EUA). O motivo da demora é a busca do clube norte-americano por um substituto para o centroavante argentino de 22 anos.

PUBLICIDADE

Castellanos foi titular nas duas últimas partidas do New York City pela MLS, a liga nacional do país, atuou os 90 minutos e fez gols em ambas, contra o DC United e no sábado contra o FC Cincinnati. O jogador já manifestou a intenção de se transferir para o Verdão.

As diretorias do NYC, comandado pelo grupo City, e do Palmeiras mantêm contato frequente. A proposta alviverde, de pagamento parcelado a partir do ano que vem, já foi aceita. Com o jogador, o Verdão também tem as bases encaminhadas.

Resta, portanto, que o clube dos Estados Unidos encontre outro centroavante para deixá-lo sair – os representantes do jogador já pediram para que a liberação não demore.

O desejo por Castellanos é antigo, e o Palmeiras chegou a fazer duas outras propostas: a primeira por empréstimo com opção de compra, e a segunda para aquisição imediata. Ambas foram recusadas.

Embora não possa usá-lo a primeira fase nem da Libertadores e nem do Paulista, já que completou a relação de inscritos nos dois torneios, o Verdão entende que o centroavante continua sendo um reforço interessante para Abel Ferreira. Ele pode ser inscrito no mata-mata das duas competições, caso a equipe avance, além da Copa do Brasil e do Brasileirão.

Apesar dos pedidos frequentes do português por reforços, a diretoria adotou uma postura cautelosa no mercado, por conta dos efeitos financeiros da pandemia do novo coronavírus. O principal nome para o setor, inclusive, era Santos Borré, do River Plate (ARG), mas o clube desistiu do negócio diante da indefinição do colombiano e dos riscos por ser uma proposta com valores elevados em meio à suspensão do Campeonato Paulista na época.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.