dentro

Pai se revolta ao saber que atriz pornô invadiu cemitério e gravou filme em cima do túmulo de seu filho

Cristian Aljnati, pai do adolescente Diego Nicolás Aljanati, morto em 2015, após ser atingido por um veículo policial quando saía de um boliche, demonstrou recentemente sua total indignação ao descobrir que havia sido gravado um vídeo de conteúdo adulto no túmulo de seu filho, na cidade de Hurlingham, na Argentina.

De acordo com o relatado pelo homem, ele reconheceu que se tratava do local em que o filho estava sepultado após ver as fotos, bonecos e flores, alguns deste itens que tinham sido movidos para a gravação.Ao analisar as imagens, pode-se conferir como um homem, cuja identidade não foi revelada, manuseia um relicário deixado em uma das sepulturas. 

Ele também segura, por um momento, as flores, santinhos e rosários que estavam no local. Então, para demonstrar que de fato estavam gravando em um cemitério, ele pega uma das flores que estava em um dos túmulos e as joga em um cesto de lixo.

A denúncia feita pelo pai

“Tive que ir fazer a reclamação correspondente, fui ao município pedir uma explicação. Eles participaram dos eventos porque como eles vão filmar um vídeo pornográfico, aqui, à tarde”, questionou Aljnati.

No entanto, embora sua denúncia, o homem afirma que foi ignorado pelas autoridades correspondentes.“Eu vi a primeira parte, não consegui terminar, não tenho esse fetiche, me deu repulsa”, complementou o homem, indignado.Atriz de vídeo entrou em contato com pai de jovem.

Através das redes sociais, Niquui Salazar, que é atriz erótica e vende conteúdos na plataforma OnlyFans, entrou em contato com Cristian e disse que não roubou nenhum item e que ele deveria entrar em contato com a prefeitura.

O que você acha?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.