Pai de Anderson do Carmo desabafa sobre crime: “Maldade, ganância”

Pai do pastor Anderson do Carmo Reproducao

Nesta terça-feira (23), o pai de Anderson do Carmo esteve no Fórum de Niterói, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, para o primeiro dia do julgamento dos dois filhos da ex-deputada Flordelis.

Em entrevista à imprensa, na sua chegada ao Fórum, Jorge de Souza, pai do pastor Anderson, disse que acredita que o assassinato do filho tenha sido motivado por dinheiro.

“[Como o senhor define esse crime?] Maldade, ganância… Ela podia muito bem ter se separado dele. Ela estaria solta, e ele vivo. Mas por causa do dinheiro aconteceu isso”, afirmou Jorge de Souza.

A sessão teve início pouco antes das 14h. Estavam previstos os depoimentos de 17 testemunhas, 14 de acusação e quatro de defesa, sendo uma delas em comum.

Os delegados Bárbara Lomba e Alan Duarte foram os primeiros a serem ouvidos. Eles foram responsáveis pela investigação.

O filho biológico da ex-deputada, Flávio dos Santos, e o filho adotivo Lucas, irão a júri popular pela acusação de homicídio triplamente qualificado, com motivo banal e sem possibilidade de defesa da vítima.

Lucas é acusado de ter conseguido a arma usada no crime, enquanto Flávio é acusado de ter efetuado os disparos contra Anderson.

Já o julgamento de Flordelis e de mais sete filhos, além de uma neta e um casal de amigos, não tem data para acontecer. A cantora gospel que está presa recorreu da decisão judicial que determinou que ela vá a júri popular.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.