Pai assassina a própria filha de 17 anos que estava grávida e se mata, diz delegada

crime paulista

Um homem de 46 anos assassinou a própria filha, de 17 anos, e se matou, dentro de casa, em Paulista, no Grande Recife em Pernambuco. A informação foi confirmada nesta segunda (26), pela delegada Vilaneida Aguiar, responsável pela investigação. Segundo a policial, a jovem estava grávida.

Ainda segundo a delegada, uma arma de fogo foi encontrada dentro da casa, ao lado dos corpos. “Ele matou a filha, que estava grávida, e se matou”, declarou.

De acordo com a Polícia Civil, os corpos foram encontrados na residência, na Travessa Palmeirinha, no bairro de Arthur Lundgren II.

A corporação informou, ainda, que o caso foi registrado pelo Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), nas primeiras horas desta segunda.

Vilaneida Aguiar contou que há indícios de que o pai maltratava a adolescente. A jovem perdeu a avó e precisou morar com ele, porque não tinha para onde ir.

“O pai a ameaçava com arma na cabeça, oferecia dinheiro pra ter relações com ela, mas ninguém acreditava. Ele deve ter feito isso no dia que ela chegou à casa dele, na quarta (21)”, disse.

Segundo a perita criminal Raissa Fontes, do Grupo Especializado de Perícias em Homicídios (GEPH) do DHPP, os corpos foram encontrados em avançado estado de decomposição.

“Os dois estavam dentro do quarto, em cima da cama, já em um estado bastante avançado de putrefação”, observou.

No local, a perícia encontrou a arma de fogo usada no crime. “Foi um revólver. Dentro dele tinham três munições intactas e três estojos. Foram provavelmente três tiros efetuados pela arma”, afirmou a perita criminal.

Os corpos de pai e filha foram levados para o Instituto de Medicina Legal (IML), no bairro de Santo Amaro, no Recife, onde passarão por exames mais detalhados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.