Pacheco cancela viagem a Viena para monitorar atos do dia 7

DF12A0B2 AF75 49CD A32E 0E6DD4CE64C6

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco(DEM), decidiu cancelar sua participação em um evento em Viena, na Áustria, para monitorar os atos pró-governo no dia 7 de setembro. Em entrevista ao jornal O Globo, ele declarou que não admitirá “qualquer retrocesso” no estado democrático.

Nós não admitiremos qualquer retrocesso, e tenho certeza de que também esse será o papel das Forças Armadas – afirmou ele ao ser questionado sobre risco de ruptura institucional por parte de militares.

Pacheco descreveu ainda as Forças Armadas como “instituições maduras, com um patriotismo muito forte e com obediência absoluta ao estado democrático de direito”.

O parlamentar chamou ainda de “episódio desnecessário” a participação do presidente Jair Bolsonaro no desfile de blindados na Praça dos Três Poderes, mas disse não superestimar o caso.

– São episódios desnecessários, que deveriam ser evitados, especialmente neste momento em que há esses rumores. Mas não faço deles algo mais importante do que verdadeiramente são. O que vale é que temos as Forças Armadas conscientes do seu papel e muito bem comandadas por pessoas que têm esse compromisso com o país e que não se aventurarão em disputas ideológica e política – assinalou.

Algo errado com esse post?

Leave a Reply
  1. Senhor Comunista Pacheco. Você está como Presidente do Senado graças ao Presidente. E você foi mais um que traiu nosso Presidente, por aguarde o Troco – Senhor Judas….

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.