Onda de calor extremo atinge Brasil no final desta semana

13wfslep8h7keccc0f8iqqlv9

Uma forte onda de calor atingirá o Centro da América do Sul nesta segunda semana de janeiro e na metade do mês. Os principais países a serem atingidos pelas altas temperaturas serão: Argentina, Paraguai, Uruguai e Brasil. A previsão é de que o estado do Rio Grande do Sul chegue a máxima de 50ºC.

Segundo o site de Meteorologia MetSul, o fenômeno será o pior em décadas e pode durar um longo período. As máximas devem ficar entre 10ºC e 15ºC acima do normal. 

O pior cenário será na Argentina e no Uruguai, contudo o Rio Grande do Sul poderá bater o recorde de calor durante o fenômeno, principalmente em cidades do Oeste e do Sul do estado que estarão mais próximas do centro da bolha de calor.

Na região de Uruguaiana e Quaraí, as temperaturas máximas devem atingir 37ºC nesta segunda-feira (10), 39ºC na terça (11), 41ºC a 42ºC na quarta (12), 42ºC a 43ºC na quinta (13), e 43ºC na sexta (14).

As cidades de Bagé, Jaguarão, Dom Pedrito deverão ter máximas entre 40ºC a 42ºC até o final desta segunda semana de janeiro. E em Pelotas, a previsão do MetSul é que, no sábado (15), os termômetros atinjam 42ºC.

A capital da Argentina, Buenos Aires, deverá alcançar temperaturas acima dos 40ºC pela primeira vez em 23 anos.

Durante essa semana, as demais regiões do Brasil passarão por período de fortes chuvas . Ao menos 12 estados devem ser atingidos. Meteorologistas da Climatempo alertam para temporais no Rio de Janeiro, norte de São Paulo, Serra da Mantiqueira, Vale do Paraíba, sul de Mato Grosso, Goiás e Distrito Federal, Minas Gerais, Bahia, Tocantins e Espírito Santo.

Ainda, o calor típico de verão volta na quarta-feira (12) na região Sudeste. Apesar disso, o tempo só deve abrir no final de semana. Na região Norte e Nordeste, a previsão é de aumento de chuvas nos próximos dias.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.