Omar Aziz já foi investigado por pedofilia

terca livre 73 990x557 1

O ex-governador do Amazonas e atual senador e presidente da CPI da Pandemia, Omar Aziz (PSD-AM), já foi alvo de diversas suspeitas de corrupção e desvios, mas o que poucos lembram é que o político também já foi alvo de suspeitas de pedofilia em 2005.

A acusação contra o então vice-governador do Amazonas, acusado de envolvimento em exploração sexual infantil, tem como origem um inquérito da Polícia Civil sobre a atuação de duas cafetinas. Em depoimento à polícia, uma delas afirmou que teve um encontro com um homem chamado Omar.

Segundo uma reportagem de 2011 do jornal O Globo, “o mais rumoroso” dos casos envolvia a suspeita de que Aziz teria feito programa com uma adolescente de 15 anos, em 2003, quando era vice-governador. O político nega as acusações.

As informações veiculadas em diversos jornais apontam que no período houve uma movimentação de alguns parlamentares para protegê-lo da acusação de pedofilia. Em 2005, o Ministério Público descartou a participação de Aziz sem interrogá-lo e a investigação prosseguiu com foco em outros personagens.

Na época, os demais casos parecidos, que estavam sendo investigados pela CPI sobre a exploração sexual, também foram encerrados. Inúmeros casos ficaram sem julgamento e terminaram em absolvição ou acabaram descartados pelo Ministério Público. 

O vereador de Maceió Leonardo Dias, durante o Boletim da Noite de terça-feira (13), ressaltou a gravidade das acusações e lamentou o fato de as investigações não terem sido concluídas.

“Não vou dizer que ele é culpado ou responsável, mas, pelo menos, que as investigações ocorressem em definitivo”, declarou o vereador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.