‘Ódio mexeu comigo’, diz Veruska Donato, repórter da Globo, ao deixar emissora após 21 anos

Sem titulo 110

A repórter Veruska Donato anunciou, nesta quarta-feira (3/11), que está deixando a Globo após 21 anos de trabalho na emissora. Em um longo texto no Facebook, a jornalista afirmou que ataques de ódio foram uma motivação para deixar a emissora.

Segundo a jornalista, o ódio que recebeu após postar uma foto com o padre Julio Lancelotti mexeu com ela.

“Há dois meses postei no Instagram uma foto e um elogio ao padre Julio Lancelotti e o trabalho que ele faz na cracolândia, recebi dezenas de ofensas e xingamentos, alguns apaguei. Eu já criei uma couraça em relação às redes sociais, mas o padre? Ah, não. O padre Julio é símbolo de afeto, é puro amor. Esse ódio mexeu comigo”, publicou.

Veruska ainda disse que pretende voltar para a sua casa, em Campo Grande (MS). “Onde mora a sua paz? Volto pra casa, volto pra Campo Grande, a cidade onde nasci, cresci, me formei e deixei sem me despedir direito, encantada que estava com a possibilidade de trabalhar em Brasília”, acrescentou.

“É a vida cobrando o que é valioso. Precisei fazer escolhas. Deixo vocês e deixo a globo, e para São Paulo que me acolheu com tanto amor deixo meu bem mais caro”, disse.

O bem mais precioso é Carolina, de 16 anos, filha de Veruska com o repórter Gudryan Neufert. A jovem ficará em São Paulo para estudar.

Sem titulo 109

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.