Novo Lázaro teria trocado tiros com fazendeiro na madrugada; "atirei 9 vezes", disse morador

Screenshot 20211201 102933

Polícia Militar averigua denúncia de morador. Wanderson Matos teria sido visto próximo a aterro sanitário de Abadiânia (GO)

Abadiânia (GO) – O início do terceiro dia de buscas pelo caseiro Wanderson Mota Protácio, de 21 anos, nesta quarta-feira (1º/12), foi marcado por um tiroteio na madrugada. Ainda não foi confirmado se a ocorrência tem relação com o fugitivo suspeito de três homicídios em Corumbá de Goiás no último domingo (28/11).

De acordo com a polícia, um morador estava chegando de carro em sua fazenda por volta das quatro horas quando teria sido alvo de um disparo que teria acertado o veículo. Ele revidou ao ataque com nove tiros. O clima é de medo na zona rural do município.

A ocorrência ocorreu em uma região a cerca de 10 quilômetros de Abadiânia, onde as buscas pelo bandido se concentraram a partir da segunda-feira (29/11).O tiroteio foi ouvido em toda a região ao redor, que também fica próxima do lago de Corumbá.Diferente do clima na zona rural onde houve o tiroteio, a região urbana de Abadiânia está mais calma, sem buscas ostensivas ao criminoso.

Na manhã desta quarta, por exemplo, uma moradora idosa foi até o Batalhão da Polícia Militar denunciar que teria visto um homem suspeito nas proximidades do aterro sanitário de Abadiânia. Ele estaria de mochila, bermuda, camiseta verde e teria sorrido para ela.Em resposta, uma viatura Duster da PM foi até o lixão e verificou a denúncia, não encontrando nenhum indício do criminoso.

Mortes

Os crimes em série de Wanderson Protácio teriam sido praticados no fim da tarde de domingo (28/11). De acordo com a Polícia Civil, o jovem teria matado a facadas a própria esposa, Raniere Aranha Figueiro, de 21 anos, e a enteada dele, Geysa Aranha da Silva Rocha, de 2 anos.

Na sequência, o caseiro invadiu a casa de um vizinho, roubou o revólver dele e matou a tiros o produtor rural Roberto Clemente de Matos, de 73 anos. Ele teria cometido o crime para roubar uma camionete. Neste mesmo episódio, teria tentado estuprar a esposa da vítima, de 45 anos, não conseguiu e a baleou. A mulher sobreviveu.

Ela foi levada para o Hospital de Urgências de Anápolis (Huana). De acordo com a unidade de saúde, o estado de saúde da vítima é bom, ela está consciente e orientada.A caminhonete roubada foi abandonada em uma rodovia da região. Wanderson vendeu o celular que pertencia a sua esposa a um receptador de Alexânia, que acabou sendo preso.

Facadas

Essa onda de crimes não é única passagem de Wanderson pelo mundo do crime. Em 2019, ele esfaqueou várias vezes uma jovem de 18 anos no dia do aniversário dela. O caso foi em Goianápolis (GO). O agressor só parou com os ataques porque a faca quebrou. Ele chegou a ser preso pela tentativa de feminicídio, mas foi solto.

Chama a atenção o caso de Wanderson e as semelhanças com a história do criminoso Lázaro Barbosa, de 32 anos, que cometeu crimes em série no Entorno do DF em junho deste ano. Após cometer homicídios em sequência, o também caseiro passou 20 dias fugindo das forças policiais na região, até ser morto em um confronto no dia 28 de junho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.