Netflix é processada em mais de R$ 126 milhões por causa do sucesso de ‘Round 6’

172904202110086160aa1033acb

Série mais comentada do momento e a caminho de se tornar o maior hit da história da Netflix, “Round 6” também poderá render um problema judicial para a líder mundial em streaming. É que o sucesso da atração é tão grande que a provedora de internet sul-coreana SK Broadband decidiu reclamar na justiça por causa do aumento exagerado de tráfego em seus servidores, o que seria causado pelo público de “Round 6”, série que trata de um grupo de pessoas em busca de um prêmio milionário sem saber do que perigo que correm para conquistá-lo.

Plataformas como a Apple, a Amazon e até o Facebook pagam taxas para provedoras como a SK Broadband pelo uso de seus serviços, mas no caso da Netflix a empresa da Coreia do Sul afirma que os valores pagos não correspondem à demanda gerada e, portanto, carecem de correção.

Foi por isso que a SK Broadband processou recentemente a companhia comandada por Reed Hastings, que também é dona de títulos hypados como “La Casa de Papel” e “The Crown”, exigindo uma indenização de US$ 22,9 milhões (R$ 126,2 milhões) pelos perrengues que passou em razão da alta audiência online de “Round 6”. 

O caso é único e, caso a SK Broadband leve a melhor, pode render um precedente perigoso para a Netflix e outras gigantes do streaming.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.