Narrador da Jovem Pan detona time do Palmeiras: um time covarde só passou por incopetência do Atlético MG

inbound8441842494173846945

O Palmeiras se tornou o primeiro finalista da Libertadores 2021 ao empatar, na noite desta terça-feira (28), por 1 a 1 com o Atlético-MG, no estádio Mineirão. Os dois gols foram marcados no segundo tempo. Eduardo Vargas abriu o placar para o time mineiro e Dudu empatou o duelo. O Verdão agora espera o adversário da decisão que vai sair do jogo desta quarta-feira (29), entre Flamengo e Barcelona de Guayaquil .

A classificação, entretanto, desagradou o narrador Nilson César, da Rádio Jovem Pan. De acordo com o comunicador, o Verdão não jogou um futebol digno de um time finalista de Libertadores.

 

“Eu não gosto do Palmeiras, não gosto do Abel (Ferreira). Acho o Abel um técnico limitado. Eu acho que o Palmeiras passou muito mais por incompetência do Atlético-MG que por mérito do Palmeiras”, avaliou.

Não foi o Palmeiras que foi competente, foi o Atlético que foi incompetente. Hoje, o Atlético-MG teve uma incompetência total e mereceu não passar. Você jogando no Mineirão, com sua torcida”, acrescentou.

 

“O Palmeiras foi um time covarde o jogo todo. Covarde. Mesmo depois que tomou o gol, continuou sendo covarde. Porque ele (Abel Ferreira) trocou seis por meia-dúzia”, prosseguiu Nilson César.

 

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

 

“Ele não quis mudar, apostou numa bola e essa bola veio. É um futebol muito feio. O goleiro do Atlético não fez uma defesa”, finalizou.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.